Offshore

Petronas conclui negócio offshore no Brasil

A Petronas revelou no domingo que sua subsidiária Petronas Petroleo Brasil Ltda (PPBL) concluiu a aquisição de uma participação de 50% no campo produtor de Tartaruga Verde e no Módulo III do campo de Espadarte.

O PPBL assinou um contrato de compra e venda com a Petróleo Brasileiro SA (Petrobras) em 25 de abril deste ano. A Petrobras, que é a operadora, detém os 50% restantes do patrimônio. 

“A conclusão da aquisição da Tartaruga Verde e do Módulo III de Espadarte, bem como os três blocos de exploração vencidos nas recentes rodadas de licitações no Brasil, é testemunho do constante progresso da Petronas na expansão de nossos negócios de petróleo na América do Sul”, Petronas Executive O vice-presidente e CEO da Upstream, Adif Zulkifli, disse em comunicado da empresa.

“Também esperamos essa nova parceria com a Petrobras para atender às aspirações de energia do Brasil”, acrescentou. 

Em 11 de outubro, a Petronas anunciou que o PPBL ganhou os blocos CM 661, CM 715 e CM 541, todos localizados na Bacia de Campos, no exterior do Brasil. Tartaruga Verde e Módulo III do campo Espadarte estão situados na mesma bacia.

Para os blocos CM 661 e CM 715, o PPBL como operador detém 100% do patrimônio. Para o Bloco CM 541, a Total, como operadora, detém 40% do patrimônio, a Qatar Petroleum detém 40% e a PPBL detém os 20% restantes. 

A empresa Petronas se descreve como uma multinacional de petróleo e gás totalmente integrada da Malásia. A empresa foi criada em 1974.

Voltar ao Topo