Notícias

Sindicatos apoiam a mudança de nome Statoil

Seguindo a proposta da Statoil de mudar o nome da empresa para a Equinor para apoiar a estratégia e o desenvolvimento da empresa como uma ampla empresa de energia, os cinco sindicatos que organizam os funcionários da Statoil expressaram seu apoio à proposição. 

O nome de Equinor é formado pela combinação de “equi”, o ponto de partida para palavras como igual, igualdade e equilíbrio e “nem”, sinalizando uma empresa orgulhosa de sua origem norueguesa e que deseja usar isso ativamente em seu posicionamento, explicou Statoil mais cedo na quinta-feira ao anunciar a mudança de nome.

Statoil disse na quinta-feira que os cinco sindicatos – Industri Energi, SAFE, NITO, Tekna e Lederne – apoiam a proposta do conselho de administração para a assembléia geral anual para alterar o nome.

Perguntei por M. Labråthen (Industri Energi), Bjørn Asle Teige (SAFE), Stig Lægreid (NITO), Lars Olav Grøvik (Tekna) e Hallstein Tonning (Lederne), em comunicado conjunto na quinta-feira: “É importante que Statoil permaneça preparado e competitivo em um futuro de baixo carbono “.

“A estratégia da empresa e seu desenvolvimento em uma ampla empresa de energia estão voltados para o futuro. Isso torna natural adotar um nome que reflita melhor todas as formas de energia que a empresa produzirá; petróleo, gás natural e energias renováveis ​​”.

“Estamos orgulhosos do nosso patrimônio norueguês, da história da empresa e da ambição da Statoil de ser o principal e mais eficiente produtor de petróleo e gás”.

Os sindicatos acrescentaram ainda: “Ao mesmo tempo, a energia no futuro virá cada vez mais de fontes renováveis, e já estamos vendo como podemos utilizar nossa competência na área de energias renováveis”.

“Somos e continuaremos a ser uma empresa baseada em valores e estamos orgulhosos da nossa origem norueguesa. Por isso, apoiamos a proposta da administração e do conselho de administração que, a partir de 16 de maio, seremos chamados Equinor “.

Voltar ao Topo