Benefícios

Veja como sacar o FGTS quando você for se aposentar

fgts

O FGTS é um benefício obrigatório a todo trabalhador com carteira assinada, e quem se aposenta ou é demitido da empresa pode sacar estes valores Veja como funciona e quais documentos são necessários.

Todos os meses, quem trabalha com carteira assinada recebe um depósito no seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que nada mais é do que um direito trabalhista criado como uma reserva de dinheiro para proteger pessoas demitidas sem justa causa. Existem algumas situações em que as pessoas podem sacar o FGTS – e a aposentadoria é uma delas.

Abaixo, entenda melhor como sacar o FGTS quando você se aposentar.

Todo aposentado pode sacar o FGTS?

Sim. Quem se aposenta (inclusive por invalidez) pode sacar todo o dinheiro do FGTS assim que o pedido de aposentadoria for aprovado pelo INSS.

Mesmo sendo um direito de todos os aposentados, vale a pena se atentar às regras específicas para a situação em que você se encaixa, já que a dinâmica é um pouco diferente para cada contexto. Confira as possibilidades:

Quem se aposentou, mas continua na mesma empresa

Além de sacar o saldo acumulado do FGTS, as pessoas que se aposentaram e continuam trabalhando na mesma empresa também passam a ter o direito de sacar cada novo depósito feito pelo empregador todos os meses.

Em outras palavras, quem se aposentou pode pedir que os valores depositados pelo empregador sejam automaticamente debitados da sua conta do FGTS e disponibilizados em uma conta de mesma titularidade.

Quem se aposentou e agora está em outra empresa

Para o aposentado que continuou trabalhando e mudou de emprego, o saque é liberado após a rescisão contratual. Nessa situação, o trabalhador consegue sacar o dinheiro se for demitido sem justa causa ou se ele mesmo pedir demissão.

Vale dizer que, para quem se encaixa nesse grupo, não é possível sacar os depósitos mensalmente.

Quem se aposentou e parou de trabalhar

Pessoas que se aposentaram e deixaram de trabalhar podem sacar o saldo total do FGTS. Isso pode ser feito pessoalmente (nas agências da Caixa) ou pelo app FGTS.

Como sacar o saldo do FGTS?

Para sacar o valor liberado, basta ir até alguma agência da Caixa Econômica e levar os seguintes documentos:

  • Carta de concessão da aposentadoria emitida pelo INSS;
  • Documento oficial de identificação com foto (RG ou CNH, por exemplo);
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social);
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, se houver.

Hoje, também é possível movimentar esse saldo diretamente pelo aplicativo do FGTS e transferi-lo para outra conta de sua preferência.

Como movimentar o saldo pelo app FGTS?

De acordo com a Caixa, depois que a aposentadoria é habilitada pelo INSS, os sistemas liberam o valor automaticamente. Para quem tem valores liberados e quer acessar o seu saldo, é só seguir o passo a passo indicado:

  1. Abra o app FGTS;
  2. Clique em “Entrar no aplicativo” e insira seu CPF e senha para continuar;
  3. Verifique, na cor laranja, uma seção com a mensagem “Você possui valores liberados para saque”. Em seguida, clique nela;
  4. Informe como você deseja receber o saldo da sua conta liberada do FGTS (você pode cadastrar uma conta bancária de sua titularidade de qualquer instituição financeira ou optar por receber o pagamento em um canal físico de pagamento, como agências lotéricas, Correspondentes Caixa Aqui e agências da Caixa);
  5. Pronto! Em até 5 dias úteis, o valor será transferido para o canal que você escolheu.

 

Voltar ao Topo