Economia

O que é o programa Renda Brasil ? Entenda tudo

Em meio a tanta confusão causada pela disseminação do novo Coronavírus, muitas coisas mudaram no Brasil neste ano de 2020.Logo no início de março o vírus gerou um surto no Brasil, fazendo com que todas as atividades presenciais fossem suspensas.

Em meio a tantas providências tomadas pelo governo para auxiliar os brasileiros durante essa situação desesperadora, novos programas sociais tiveram aparição.

O Auxílio Emergencial foi uma das primeiras medidas de auxílio financeiro tomadas pelo governo federal.
Com a chegada do Auxílio, o Bolsa Família foi suspenso e novas famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza foram identificadas.

RENDA BRASIL COMO NOVO BOLSA FAMÍLIA

Infelizmente o Brasil não pode distribuir R$600 para sempre e já estamos no fim da pandemia, prestes a retornar às nossas atividades de rotina.Pensando na situação financeira dos brasileiros e na economia do país, o governo propôs uma reformulação em alguns programas sociais.

Programas esses que, para o governo, são vistos como ineficientes e atendem jovens de classe média que não precisam de fato do auxílio.O objetivo do Renda Brasil é substituir o Bolsa Família, Salário Família, Abono Salarial e Seguro Defeso e unificar estes 4 programas sociais em um só.

O funcionamento será o mesmo do Bolsa Família, sendo que mensalmente as famílias carentes receberão entre R$200 e R$350 de auxílio.

O QUE ESPERAR DO RENDA BRASIL

Uma ótima notícia quanto ao novo Renda Brasil é que, diferente do antigo programa social, os beneficiários poderão trabalhar e continuar recebendo o benefício.Será possível fazer uma inscrição no Carteira Verde Amarela para que todos os requisitos de permanência sejam seguidos, mesmo com uma renda extra.

A ideia do atual governo do presidente Jair Bolsonaro é atingir o máximo possível de famílias.
Em sua formulação é possível auxiliar 8 milhões de brasileiros a mais que o programa Bolsa Família, totalizando 21 milhões.A renda mensal mínima exigida, por pessoa, será de R$100 e a renda mensal máxima, também por pessoa, será de R$250.

Além disso, as famílias com crianças e adolescentes em sua composição terão reconhecimento no fechamento de notas no final do ano.Para receber a bonificação será preciso frequência regular na escola e bom desempenho escolar.Os jovens que estejam em cursos profissionalizantes também se esquadram na análise de desenvolvimento escolar para a bonificação anual.

NÃO SEI SE MINHA FAMÍLIA ATENDE AOS REQUISITOS DO RENDA BRASIL

A proposta do Renda Brasil é auxiliar todos os atuais beneficiários do Bolsa Família, e mais um pouco.
O antigo programa tinha como renda mínima mensal exigida, por pessoa, de R$89,00 sendo a máxima R$178,00.
Essa quantia mínima e máxima ainda é muito pouca, de tal forma que famílias recebendo um pouquinho mais ainda não conseguem se manter mensalmente.

Foi pensando nisso que o governo atual propôs alterar os requisitos de renda mínima e máxima.
Com o aumento da renda mais famílias poderão ser beneficiadas, no caso, 8 milhões de brasileiros passarão a receber auxílio do governo federal.

NÃO HÁ CERTEZA QUANTO AO VALOR DO RENDA BRASIL

Nestes últimos meses o governo vem estudando muito sobre a liberação do Renda Brasil.
Como foi apresentado antes, a ideia é extinguir 4 programas já ativos para ativar somente um programa social.
No entanto, desativar programas sociais requer muito estudo econômico, principalmente porque o Brasil já vem gastando muito com o Auxílio Emergencial.

Foi apresentada a opção de desativação de outros programas sociais para custear o novo programa social, mas o atual presidente Jair Bolsonaro fez frente contra a proposta:
“Não podemos fazer isso aí, como, por exemplo, a questão do abono [salarial] para quem ganha até dois salários mínimos, que seria um 14º salário. Não podemos tirar isso de 12 milhões de pessoas para dar ao Bolsa Família, ao Renda Brasil ou como for chamar esse novo programa”

Está sendo especulado a viabilidade de cortes de gastos federais, como corte de salários de servidores públicos.
Com estes cortes será possível a disponibilização de 10 bilhões e não teria um rombo no teto de gastos do país.
Por enquanto todos os valores apresentados para o Renda Brasil são apenas possibilidades e intenção do atual governo.

“Nada definido sobre valores. Sabemos que R$ 600 é muito, e que R$ 200 é pouco. Eu sempre digo que o ‘timing’, quem dá, é a política. Nós temos as simulações todas preparadas, mas o ‘timing’ de decidir e anunciar é da [área] política”, declarou o Ministro da Economia Paulo Guedes.

CONCLUSÃO

Atualmente a previsão de efetivação do Renda Brasil é em janeiro de 2021, sendo ativado logo após o encerramento do Auxílio Emergencial.No entanto, tudo está sem discutido e analisado, restando apenas que a população brasileira aguarde a decisão tomada pelo governo nos próximos meses.

Voltar ao Topo