Óleo e Gás

Importação e exportação de diesel segue em alta

biodiesel2

As importações e exportações de diesel do Brasil mantiveram a tendência de alta pelo terceiro mês consecutivo em meio a uma demanda sólida, enquanto a gasolina caiu, de acordo com os dados do Ministério da Economia.

As importações de diesel subiram 24pc em dezembro em comparação com o mesmo mês do ano anterior, para 1,15 milhão de m³, uma vez que a demanda permaneceu sólida, com participantes do mercado mais confiantes quanto à oferta da Petrobras e com a demanda ociosa do Brasil por barris importados.

Os volumes de exportação de diesel informados mais de 5 vezes mais altos em dezembro, em 5.020m³, ante 962 m³ um ano antes. A maior parte do volume enviado para Singapura, onde a Petrobras tem um polo operacional.

As importações de gasolina caíram 52pc, para 146.600m³ em meio a uma arbitragem fechada. As exportações também caíram 52pc, para 140.900m³, principalmente devido a preocupações com a nova variante Ômicron da Covid-19, que causou uma queda na demanda global. Os Estados Unidos foram o principal comprador e exportador de combustível.

Voltar ao Topo