Energia

Governo estuda assessoria às distribuidoras de energia

energia

O governo brasileiro está estudando a possibilidade de oferecer novas linhas de crédito às distribuidoras de energia para ajudá-las a lidar com as desvantagens financeiras da atual crise de eletricidade. Para garantir o fornecimento de energia elétrica no lugar da gerada pelas usinas hidrelétricas – fortemente afetadas pela crise hídrica – as distribuidoras estão tendo que arcar com os custos crescentes das operações termelétricas.

A ideia de recorrer ao novo programa de financiamento partiu do Ministério de Minas e Energia em conjunto com a Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), de membros do Ministério da Economia e da agência reguladora de energia do Brasil, Aneel. Em nota , o Ministério de Minas e Energia reconheceu que a situação ocorre “devido às medidas excepcionais adotadas para fazer frente à situação de escassez de água, bem como seu impacto na cadeia produtiva”.

“[O ministério] está estudando possíveis soluções que visem mitigar o descompasso observado entre as receitas arrecadadas pelas tarifas de energia elétrica e seus gastos com geração de energia , incluindo uma operação de crédito no formato de ‘Conta Covid’.”

A medida, criada no início da pandemia, consistia em empréstimos contraídos pelas distribuidoras e custeados pelos clientes, por meio da conta de luz.

#energia

Voltar ao Topo