Benefícios

Entenda mais sobre o abono natalino do Bolsa Família

Com os últimos acontecimentos de 2020, o governo brasileiro adotou novas medidas preventivas. Isso tudo, com o intuito de auxiliar a população durante o enfrentamento da nova Covid19. Uma das mudanças que ocorreram por conta do vírus, foi a criação de um décimo terceiro do bolsa família.

Conhecido como abono natalino, a décima terceira parcela do auxílio visa o amparo dos beneficiários durante esse mês de Dezembro. Com isso, o governo irá pagar o valor de duas parcelas em uma só vez.

Essas medidas que vêm sendo criadas fazem parte da lei de enfrentamento a situações de emergências nacionais. Essa medida prevê a criação e alteração de programas já existentes para melhor atender as necessidades da população brasileira.

Com o advento da pandemia por conta do corona vírus, muitas pessoas foram prejudicadas. Só nos últimos meses, mais de um milhão de pessoas ficaram desempregadas. Sem falar, na parcela da população que foi afastada de seus empregos tendo seu salário cortado ao meio.

Esses acontecimentos, fizeram com que a economia do país entrasse em crise e parte da população ficasse na zona de pobreza ou extrema pobreza. Com isso, o governo teve que adotar medidas que auxiliassem o povo durante esse período de calamidade pública.

Um dos programas que foram criados, foi o auxílio emergencial, essa medida vem ajudando muitas pessoas a se manterem enquanto a situação não se estabiliza. Outras decisões também surgiram ao longo dos meses, uma delas foi a criação de uma décima terceira parcela do bolsa família.

Conhecido como abono natalino, essa parcela extra que será paga aos beneficiários do programa já começou a ser paga. O valor que será direcionado a essas pessoas é a soma de duas vezes o valor pago anteriormente. No entanto, deve se atender a alguns requisitos para estar apto ao recebimento do auxílio.

Isso porque, o décimo terceiro salário do bolsa família deverá ser pago somente aos cidadãos que se encontrem em zona de pobreza e extrema pobreza. Quer saber quem tem direito ao benefício? Então preste atenção as informações abaixo:

Quem tem direito a receber o abono natalino do bolsa família?

Para estar apto a receber o abono natalino, a pessoa deve corresponder a alguns dos requisitos listados abaixo:

Famílias que façam parte de uma situação de extrema pobreza, onde a renda per capita (por pessoa) não ultrapasse o valor de 89,90 reais;
Famílias que se encontrem em condição de extrema pobreza ou de pobreza e que façam parte da família: gestantes, mulheres que estejam amamentando ou que tenham filhos de até 15 anos de idade;
Famílias que possuam em seu núcleo familiar crianças de até 15 anos;
Gestantes, lembrando que elas possuem o direito de receber até nove meses do bolsa família;
Famílias que possuam em seu núcleo familiar crianças de até 6 meses de idade, lembrando que nesse caso possuem o direito de receber até 6 parcelas mensais do bolsa família;
Famílias com adolescentes entre 16 e 17 anos de vida também poderão receber o décimo terceiro do benefício;
Famílias que se encontrem em situação de carência quase primitiva, ou seja, consideradas em zona de extrema pobreza.

Caso você se encaixe em algumas dessas situações basta ficar atento aos dias de pagamento do benefício, são eles:

Calendário de pagamento do Abono natalino

Pagamentos da primeira parcela:

Número NIS com final 1 – receberá dia 17/11
Número NIS com final 2 – receberá dia 18/11
Número NIS com final 3 – receberá dia 19/11
Número NIS com final 4 – receberá dia 20/11
Número NIS com final 5 – receberá dia 23/11
Número NIS com final 6 – receberá dia 24/11
Número NIS com final 7 – receberá dia 25/11
Número NIS com final 8 – receberá dia 26/11
Número NIS com final 9 – receberá dia 27/11
Número NIS com final 0 – receberá dia 30/11

Pagamento da segunda parcela:

Número NIS com final 1 – receberá dia 10/12
Número NIS com final 2 – receberá dia 11/12
Número NIS com final 3 – receberá dia 14/12
Número NIS com final 4 – receberá dia 15/12
Número NIS com final 5 – receberá dia 16/12
Número NIS com final 6 – receberá dia 17/12
Número NIS com final 7 – receberá dia 18/12
Número NIS com final 8 – receberá dia 21/12
Número NIS com final 9 – receberá dia 22/12
Número NIS com final 0 – receberá dia 23/12

Agora que você já sabe se tem direito a receber o auxílio e também o dia em que irá receber, basta se dirigir a uma agência Caixa. Em caso de demais dúvidas acesse o site da Caixa Econômica Federal.

 

Voltar ao Topo