Óleo e Gás

Demanda de GNL deve aumentar 25-50% até 2030

GNL

A demanda por gás natural liquefeito (GNL) deverá aumentar de 25 a 50% até 2030, tornando-o o hidrocarboneto de crescimento mais rápido na próxima década, disseram analistas do Morgan Stanley Research em nota na segunda-feira.

O Morgan Stanley elevou sua perspectiva de preço de longo prazo do GNL para US $ 10 por milhão de unidades térmicas britânicas (mmBtu), esperando que os preços spot do combustível super-resfriado fiquem em média 40% mais altos na próxima década, em comparação com os últimos cinco anos.

Os preços spot do GNL da Ásia atingiram um recorde acima de US $ 56 mmBtu no início deste mês, com o aumento da demanda antes do inverno no hemisfério norte estimulado por uma recuperação econômica da pandemia superando a oferta.

O Morgan Stanley disse que pelo menos 73 milhões de toneladas por ano (mtpa) de novos projetos são necessários para atender à demanda de GNL até 2030. Isso exigirá US $ 65 bilhões adicionais em novos projetos, além dos US $ 200 bilhões de projetos já em construção que foram sancionados desde 2019.

“Ao contrário das expectativas dos investidores, o mundo vai precisar de mais GNL na fase inicial da transição energética”, disseram os analistas.

“As tecnologias concorrentes para o gás natural não estão sendo desenvolvidas com rapidez suficiente e há benefícios significativos na redução do consumo de carvão enquanto combustíveis mais verdes são comercializados.”

Projetos com menor intensidade de emissão serão mais procurados e têm maior probabilidade de progredir, disseram eles.

Embora os preços mais altos do gás provavelmente sustentem mais investimentos em GNL, o fornecimento será mais lento para responder do que nos ciclos anteriores, disseram os analistas.

“Isso será impulsionado pela incerteza sobre a demanda de médio prazo, juntamente com mais disciplina de capital da indústria, incluindo a diversificação em energias mais verdes”, disseram eles.

“Acreditamos que o sentimento dos investidores em relação às empresas focadas em GNL deve aumentar devido a melhores preços e expectativas de retorno.”

A demanda de GNL vai superar o crescimento de outros hidrocarbonetos nos próximos 10 a 15 anos, eles disseram, acrescentando que a demanda por petróleo deve crescer em linha com as médias recentes, enquanto a demanda por carvão deve ficar estável.

A Ásia, onde o carvão representa uma grande proporção da matriz energética, será o principal impulsionador do crescimento da demanda de GNL liderado pela China e Índia, bem como por Taiwan, Tailândia, Bangladesh, Indonésia e Malásia, acrescentaram.

Voltar ao Topo