Empregos

Processo seletivo na Vale Verde convoca mecânicos e eletricistas

Mineração vale verde

A Mineradora Vale Verde está com um processo seletivo convocando profissionais dos setores elétricos e mecânicos. As oportunidades são para a sua sede, na cidade de Craíbas, em Alagoas.

Você pode conferir abaixo as vagas disponíveis na mineradora e os seus requisitos básicos. Para se candidatar, basta clicar no título da função de seu interesse e cadastrar o currículo.

Vagas da Mineradora Vale Verde no setor industrial

Mecânico industrial I – Possuir ensino médio completo, curso básico em mecânica e solda (pelo Senai ou outros), conhecimento e experiência na área de manutenção industrial.

Mecânico industrial II – Possuir ensino médio completo, curso básico em mecânica e solda (pelo Senai ou outros), conhecimento e experiência na área de manutenção industrial.

Eletricista industrial II – Possuir formação técnica em eletrotécnica ou formação de eletricista de manutenção. Sólido conhecimento e experiência em treinamento NR-10 e SEP (Sistema Elétrico de Potência), análise de circuito e interpretação de desenhos elétricos, conceitos básicos em malha de controle aberta e fechada, rede elétrica “transmissão/distribuição de média, alta e baixa tensão”, inversores de frequência, subestações, motores elétricos, acionamento e sistema de proteção, relés, instrumentos de campo e controladores. Conceitos básicos de metrologia.

Sobre a Mineradora Vale Verde

Somos uma empresa que pertence ao fundo de investimentos britânico Appian Capital Advisory, tendo como principal objetivo implantar o Projeto Serrote, localizado em Craíbas, no Agreste Alagoano, na divisa com o município de Arapiraca. A Mineração Vale Verde está presente na região desde 2007.

Desde então já foram investidos mais de R$200 milhões e o investimento previsto para a implantação do Projeto Serrote é superior a R$700 milhões. Para o pico da implantação do empreendimento, em 2020, está prevista a geração de cerca de 1.200 empregos diretos, entre empregados MVV e contratados.

Na fase de operação, são previstos cerca de 500 empregos diretos. Com Licença de Instalação emitida pelo Instituto de Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL) em 2017 – e prorrogada em outubro de 2019 até 2021 –, o Projeto Serrote segue firme.

Voltar ao Topo