Offshore

Petrobras inicia fase não vinculante do Cluster Carmópolis

A Petrobras , dando seguimento ao release divulgado em 23 de outubro de 2020 , anunciou o início da fase não vinculante de alienação de todas as suas participações em um conjunto de onze concessões de campos de produção terrestre, com instalações integradas, localizadas no estado de Sergipe, conjuntamente denominado Cluster de Carmópolis .

Os potenciais compradores qualificados para esta fase receberão instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para a preparação e envio de propostas não vinculantes, bem como acesso a um data room virtual com informações adicionais sobre o Cluster.

As principais etapas subsequentes do projeto serão informadas ao mercado oportunamente.

Esta divulgação atende às normas internas da Petrobras e ao disposto no procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, previsto no Decreto 9.355 / 2018.

O Cluster está localizado na Bacia de Sergipe-Alagoas.

Esta transação está alinhada à estratégia de otimização do portfólio e melhoria da alocação de capital da empresa, concentrando cada vez mais seus recursos em ativos de classe mundial em águas profundas e ultraprofundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos.

Sobre o Cluster Carmópolis

Cluster Carmópolis compreende onze concessões de produção terrestre, localizadas em diferentes cidades do estado de Sergipe, e inclui acesso à infraestrutura de processamento, escoamento, armazenamento e transporte de petróleo e gás natural.

Pólo Atalaia , que contém, entre outros ativos, o Terminal Hidroviário de Aracaju (Tecarmo) e o Oleoduto Bonsucesso-Atalaia, que escoa a produção de petróleo das concessões para o Tecarmo, também faz parte do Pólo Carmópolis.

A produção média do Cluster de janeiro a outubro de 2020 foi em torno de 10.000 barris de óleo por dia e 71.000 m3 / dia de gás. A Petrobras é a operadora desses campos, com 100% de participação.

Voltar ao Topo