Offshore

Equinor muda o foco da produção de Oseberg para o gás

A Equinor, controlada pelo estado norueguês, apresentou planos para desenvolver o campo de Oseberg para se tornar um “produtor de gás substancial”, tendo sido principalmente um campo de petróleo.

O plano alterado para desenvolvimento e operação do campo prevê dois novos compressores a partir de 2026. Cerca de 60pc de gás em Oseberg ainda não foi extraído, enquanto a produção de petróleo está na “fase final”, disse Equinor.

A empresa espera que a produção de gás de Oseberg exceda 100 bilhões de m³ “por volta de 2040”. A produção da Unidade de Área de Oseberg – compreendendo os campos Oseberg, Oseberg Sor e Oseberg Ost – totalizou 78 bilhões de m³ desde outubro de 2000, quando a produção de gás começou, com dados disponíveis até setembro de 2021.

A produção aumentou consideravelmente no ano de gás de 2020-21, atingindo um novo pico de 8,63 bilhões de m³ ( ver gráfico ).

Se 100 bilhões de m³ forem produzidos nos próximos 20 anos de gás, terminando com o ano de gás de 2040-41, a produção poderá ser de cerca de 5 bilhões de m³ / ano nesse período, idêntico à licença da Unidade de Área de Oseberg para o ano de gás de 2020-21. A cota aumentou para 6 bilhões de m³ para 2021-2022.

E se apenas dois quintos do gás de Oseberg foram produzidos, isso implica em recursos remanescentes superiores aos de cerca de 117 bilhões de m³.

A produção da Unidade de Área de Oseberg excedeu em muito sua licença para o ano de gás de 2020-21, mesmo depois de considerar o gás diferido produzido no ano de gás de 2019-20 e a tolerância de 10% para cima na licença original.

Oseberg tem o terceiro gás mais não extraído atrás de Troll e Snohvit, o último dos quais fornece gás de alimentação para a planta de liquefação Hammerfest fechada de 4,2 milhões de t / ano da Noruega, disse a Equinor. A empresa disse na semana passada que forneceria uma atualização sobre a planta de Hammerfest “a partir do início de dezembro”. A instalação está programada para retornar à linha em março, tendo sido fechada no ano passado por causa dos danos causados ​​pelo incêndio.

Saída cumulativa de Oseberg bn m³

Voltar ao Topo