Energia

Enel conclui expansão da maior instalação solar da América do Sul

No Brasil, a Enel Green Power Brasil Participações expandiu sua planta solar fotovoltaica de São Gonçalo de 475 MW com 133 MW de capacidade adicional.

A concessionária anunciou a operação da nova seção de 133 MW da maior instalação solar fotovoltaica da América do Sul.

A Enel investiu € 100 milhões ($ 121,6 milhões) na construção da segunda seção de seu parque solar de São Gonçalo.

A empresa de energia está investindo € 142 milhões ($ 172,6 milhões) para a construção de uma nova extensão de 256 MW de São Gonçalo.

Isso elevará a capacidade total do parque São Gonçalo para 864 MW, tornando-o a maior unidade de geração de energia da Enel em construção em todo o mundo.

A nova expansão de 256 MW deve começar a operar em 2021.

Todo o parque solar de São Gonçalo, de 864 MW, será composto por mais de 2,2 milhões de painéis solares e, uma vez em pleno funcionamento, será capaz de gerar mais de 2,2 TWh anuais, evitando a emissão de mais de 1,2 milhão de toneladas de CO 2  na atmosfera cada ano.

A usina solar está localizada no município de São Gonçalo do Gurguéia, no estado nordestino do Piauí.

Salvatore Bernabei, CEO da Enel Green Power e chefe da linha de negócios de geração de energia global da Enel, disse: “Colocar online a primeira expansão de nosso parque solar recorde de São Gonçalo é um grande passo para a Enel no Brasil, fortalecendo nossa posição como líderes no mercado de geração solar do país.

“Apesar dos desafios impostos pelo cenário atual, iniciamos recentemente a construção de 1,3 GW de capacidade renovável no Brasil, que inclui um novo trecho de 256 MW do parque solar de São Gonçalo. Continuamos comprometidos em contribuir ainda mais para o crescimento do setor elétrico do país e liderar a recuperação verde no Brasil, como temos feito em todo o mundo. ” 

No Brasil, o Grupo Enel, por meio de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, tem uma capacidade instalada renovável total de mais de 3,4 GW, dos quais 1.210 MW são eólicos, 979 MW solares e 1.269 MW hidrelétricos.

Voltar ao Topo