Offshore

EDPR, Engie JV visa 2 GW de energia eólica offshore no Brasil

offshore

A empresa de energia eólica offshore Ocean Winds (OW) planeja desenvolver um projeto de 2 GW na costa do estado do Rio Grande do Norte.

O governo local realizou uma reunião com os funcionários do OW em que o projeto foi destacado. Exigirá investimentos entre R$ 25 bilhões e R$ 30 bilhões (US$ 5,9 bilhões / EUR 4,9 bilhões).

Lançada em 2020, a Ocean Winds é uma joint venture (JV) criada pela EDP Renovaveis SA (ELI: EDPR) e Engie SA (EPA: ENGI). Este último apresentou recentemente o esquema eólico offshore em questão ao Ibama, órgão regulador ambiental do Brasil.

Por estar localizado na região de São Bento do Norte, o parque eólico offshore pode gerar 4.000 empregos na fase de construção e 1.400 na operação.

Além do parque eólico, a OW também está de olho na produção de hidrogênio verde no estado, já que os recursos naturais do Rio Grande do Norte permitem o menor custo de produção do mundo, disse um dos representantes, citando análise da Forbes.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, reiterou que projetos como este ainda dependem de regulamentação do setor.

(BRL 1,0 = USD 0,198 / EUR 0,163)

Voltar ao Topo