Obras e Paradas

Primeira leva de contratações devem começar imediatamente para obras no Comperj

As contratações para a retomada das obras no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, devem começar já. Segundo o gerente do empreendimento na Petrobras, Frederico Doher, a autorização de serviço para as contratadas deve ser emitida ainda nesta semana e possibilitará a primeira leva de seleções. O efetivo inicial será voltado para diversas áreas da Engenharia, mas haverá poucas vagas: cerca de cem.

— A maior parte será um pessoal de escritório de diversas áreas da Engenharia, além de haver um trabalho civil de campo (desempenhado por engenheiros também) para montar o canteiro de obras. Isso tem que ser iniciado de imediato, ainda no primeiro semestre deste ano ou no início do segundo — afirmou Frederico Doher.

No último dia 28, a Petrobras assinou contrato com o consórcio formado pela chinesa Shandong Kerui e pela brasileira Método Potencial no valor de R$ 1,9 bilhão, para a realização das obras. Doher informou que a definição das regras de seleção para as vagas de trabalho é responsabilidade das contratadas, mas que elas costumam utilizar os órgãos de seleções locais para divulgar as oportunidades. Os postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) no Rio, então, devem fazer a ponte entre os interessados e essas empresas.

Quando houver um detalhamento maior da obra pelos engenheiros, no segundo semestre deste ano, será possível fazer as demais contratações. Ao todo, para a realização das obras no Comperj, devem ser convocados 5 mil trabalhadores, de diversos níveis de escolaridade. As chamadas serão feitas de forma contínua, conforme a demanda. (fonte)

Voltar ao Topo