Óleo e Gás

YPFB da Bolívia liberado pelo Brasil para usar gasoduto Gasbol

O governo brasileiro autorizou a empresa boliviana de petróleo e gás YPFB a usar o gasoduto Gasbol para vender gás para outras empresas no Brasil além da estatal Petrobras, segundo uma publicação divulgada na sexta-feira no diário oficial .

O Ministério da Energia do Brasil deu luz verde a um pedido de uma subsidiária local da YPFB para vender gás através do gasoduto Gasbol que liga os dois países, que estava basicamente sendo usado apenas pela Petrobras até o final de 2019, quando um contrato expirou.

O Brasil quer abrir o oleoduto de 3.150 km para mais empresas agora que o negócio com a Petrobras terminou. O governo está buscando maior concorrência como forma de reduzir os preços.

A unidade brasileira da YPFB entregará gás boliviano no estado de Mato Grosso do Sul no Brasil, disse a nota no diário oficial. Os volumes são vistos em 1,2 milhão de metros cúbicos (MCM) por dia no primeiro ano, crescendo para 2,6 MCM / dia em 2021 e estabilizando em 3,6 MCM / dia a partir de 2022 em diante.

A empresa boliviana ainda não enviou os detalhes do contrato à ANP, órgão regulador do petróleo, incluindo preços negociados. (Reportagem de Luciano Costa; Redação de Marcelo Teixeira; Edição de Nick Macfie)

Voltar ao Topo