Economia

Vendas dos cafeicultores brasileiros na safra de 2020 acima da média de cinco anos, diz consultoria

Os cafeicultores brasileiros venderam 64% da safra de 2020 até 13 de outubro, mais do que no ano passado e superando a média de cinco anos do período, disse a consultoria Safras & Mercado nesta quinta-feira (15).

Safras disse que, em média, nos últimos cinco anos, os agricultores teriam vendido 53% da safra até meados de outubro.

As vendas de produtos agrícolas no Brasil geralmente são maiores em 2020 do que nos anos anteriores devido à desvalorização da moeda local, que perdeu quase 40% de seu valor em relação ao dólar americano este ano.

Isso impulsionou a receita em reais dos produtores com as vendas de commodities cotadas em dólar.

Gil Barabach, analista de café da Safras, no entanto, disse que as vendas de café no Brasil desaceleraram nos últimos dias devido à queda dos preços em Nova York e porque traders e exportadores já haviam comprado um lote de uma safra recorde.

A consultoria avalia a safra brasileira em 68,1 milhões de sacas, mas acima da estimativa oficial da agência estatal Conab de 61,6 milhões de sacas.

Voltar ao Topo