Empregos

Venda da petroquímica Suape é aprovada em assembleia da Petrobras

A Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas da Petrobrás aprovou o processo de venda da PetroquímicaSuape e da Citepe para o Grupo Petrotemex e a Dak Americas Exterior, subsidiárias da Alpek, por US$ 385 milhões. O valor vai ser pago na conclusão da transação, incluindo a ajustes de capital de giro, dívida líquida e impostos a recuperar.

O processo de venda das empresas faz parte do plano de desinvestimentos da estatal, que atingiu US$ 13,6 bilhões entre 2015 e 2016, e foi anunciado inicialmente em 28 de dezembro do ano passado. De lá para cá, a transação passou por embargos judiciais, mas a Petrobrás conseguiu liberá-la com uma decisão favorável do Tribunal Regional Federal da 5ª Região em 22 de fevereiro.

“No momento, não há qualquer restrição ao prosseguimento desta transação”, afirmou a companhia em nota, ressaltando que a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), em 15 de março, que determinou o reinício das negociações de venda de ativos da empresa a partir de licitações públicas, “não interfere neste processo de alienação, pelo fato de o contrato de compra e venda de ações da PetroquímicaSuape e da Citepe já ter sido assinado em 28/12/2016, antes da publicação da referida decisão”.

Durante a assembleia de acionistas, também ocorreu a eleição de Adriano Pereira de Paula como membro titular do conselho fiscal, indicado pelo acionista controlador, como representante do Tesouro Nacional, com mandato remanescente até a Assembleia Geral Ordinária de 2017.

Voltar ao Topo