Benefícios

Veja as data para receber as parcelas do auxílio emergencial

Saques e transferências para quem receber o crédito nesta sexta serão liberados em 22 de agosto.

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta sexta-feira (7) uma nova parcela do Auxílio Emergencial para 3,9 milhões de beneficiários nascidos em junho.

Entre deles, estão 96 mil beneficiários que fazem parte do grupo de novos aprovados (6º lote) ou trabalhadores que receberam a primeira parcela em abril, mas tiveram o benefício suspenso.

A ajuda de R$ 600 será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta sexta serão liberados em 22 de agosto.

VEJA QUEM RECEBE NESTA SEXTA-FEIRA:

Trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em junho:

  • aprovados no 1º lote recebem a quarta parcela;
  • aprovados no 2º lote recebem a terceira parcela;
  • aprovados no 3º e 4º lotes recebem a segunda;
  • aprovados no 5º e 6º lotes recebem a primeira parcela;
  • aprovados no 1º lote cujo benefício foi suspenso recebem a terceira e quarta parcelas.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Calendários de pagamento do Auxílio Emergencial

Veja abaixo os calendários de pagamento da parcela atual.

BENEFICIÁRIOS FORA DO BOLSA FAMÍLIA

Lote 1, Parcela 4 — Foto: Economia G1

Lote 1, Parcela 4

Lote 2, Parcela 3 — Foto: Economia G1

Lote 2, Parcela 3

Lotes 3 e 4, Parcela 2 — Foto: Economia G1

Lotes 3 e 4, Parcela 2

Lote 5, Parcela 1 — Foto: Economia G1

Lote 5, Parcela 1

Auxílio Emergencial, Lote 6 Parcela 1 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial, Lote 6 Parcela 1

Auxílio Emergencial, Lote 1 (retomada), Parcelas 3 e 4 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial, Lote 1 (retomada), Parcelas 3 e 4

Datas do auxílio emergencial de R$ 600: veja o calendário de pagamentos

No dia 1o de abril, foi aprovado o projeto que autoriza o pagamento de um auxílio emergencial de R$ 600 por mês para trabalhadores informais, MEIs e outras pessoas que tenham tido renda comprometida devido ao surto da Covid-19.

No início de abril, a Caixa Econômica Federal liberou o primeiro calendário de pagamentos, com as datas previstas para o pagamento de cada parcela. No dia 15 de maio, saíram novas atualizações. No dia 12 de junho, uma terceiro lote da primeira parcela foi aprovado.

no dia 30 de junho, o governo confirmou que o auxílio emergencial foi prorrogado por mais dois meses e que serão pagas, portanto, duas novas parcelas de R$ 600 – totalizando cinco parcelas do auxílio. O calendário de pagamentos e outros detalhes, entretanto, ainda não foram divulgados.

Quando será pago o auxílio emergencial?

A duração do auxílio era, inicialmente, de três meses, mas o governo já anunciou a ampliação o número de parcelas.

No caso de mulheres que sejam mães e chefes de família, o benefício de R$600 é dobrado, no valor de R$ 1200.

A Caixa inicialmente anunciou que os dois primeiros pagamentos seriam feitos em abril e o terceiro, em maio. Essas foram as datas de pagamento previstas. Mas, em abril, somente a primeira parcela começou a ser paga.

A primeira parcela começou a ser paga no dia 9 de abril – segundo a ordem de prioridade, os primeiros a receber foram os brasileiros que já estavam inscritos no Cadastro Único e que não recebem Bolsa Família.

Pessoas que fizeram a autodeclaração para pedir o benefício começaram a recebê-lo a partir do dia 14 de abril.

Calendário de pagamento do auxílio emergencial de R$ 600

Primeira parcela do auxílio emergencial

Os pagamentos são feitos em lotes, dependendo da data em que o pedido de auxílio foi feito.

  • Lote 1: O pagamento do primeiro lote da primeira parcela ocorreu em Abril.
  • Lote 2: Em 16 de Maio, um novo lote de pagamentos foi aprovado.
  • Lote 3: Em 12 de junho, uma terceira leva foi aprovada (para quem solicitou entre 1 de 16 de maio).
  • Lote 4: Em 25 de junho, mais lote foi anunciado (quem se cadastrou para o auxílio entre 27 de maio e 16 de junho)

Lote 4 da Primeira Parcela (quem solicitou o auxílio entre 27 de maio e 16 de junho)

Desde maio, há dois calendários para as parcelas do auxílio emergencial: uso digital (quando o dinheiro fica disponível na conta para pagar boletos, contas e usar o cartão virtual) e saques e transferências (quando é possível sacar o dinheiro e enviá-lo para outras contas).

Mês de Nascimento Uso Digital Saques e transferências
Janeiro 27 de junho 18 de julho
Fevereiro 27 de junho 25 de julho
Março 30 de junho 1 de agosto
Abril 30 de junho 8 de agosto
Maio 1 de julho 15 de agosto
Junho 1 de julho 29 de agosto
Julho 2 de julho 1 de setembro
Agosto 2 de julho 8 de setembro
Setembro 3 de julho 10 de setembro
Outubro 3 de julho 12 de setembro
Novembro 4 de julho 15 de setembro
Dezembro 4 de julho 19 de setembro

Lote 3 da Primeira Parcela (quem solicitou entre 1 e 26 de maio)

Quem solicitou o auxílio entre 1 e 26 de maio e foi aprovado recebeu a primeira parcela do auxílio nos dia 16 e 17 de junho. No entanto, nestas datas, poderia apenas fazer uso digital do dinheiro (pagar contas, boletos e fazer compras com o débito virtual). O calendário de saques começou em julho seguindo o mês de nascimento.

Mês de nascimento Data para o saque liberado
Janeiro 6 de julho
Fevereiro 7 de julho
Março 8 de julho
Abril 9 de julho
Maio 10 de julho
Junho 11 de julho
Julho 13 de julho
Agosto 13 de julho
Setembro 13 de julho
Outubro 14 de julho
Novembro 14 de julho
Dezembro 14 de julho

Lote 2 (aprovados em Maio)

Mês de nascimento Data saque
Janeiro A partir de 19 de maio
Fevereiro A partir de 20 de maio
Março A partir de 21 de maio
Abril A partir de 22 de maio
Maio A partir de 23 de maio
Junho A partir de 24 de maio
Julho A partir de 25 de maio
Agosto A partir de 26 de maio
Setembro A partir de 27 de maio
Outubro A partir de 28 de maio
Novembro A partir de 29 de maio
Dezembro A partir de 30 de maio

Segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600

As datas inicialmente previstas para o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial eram entre os dias 27 e 30 de abril. Entretanto, por conta de atraso nos pagamentos da primeira parcela, o governo suspendeu o calendário inicial e divulgou novos calendários.

Assim como a primeira parcela, a Segunda também está sendo paga em Lotes.

  • Lote 1: para quem recebeu a primeira parcela ate o dia 30 de abril.
  • Lote 2: para quem recebeu a primeira parcela em maio (divulgado no dia 25 de junho).
  • Quem recebeu a primeira parcela após maio precisa esperar o anúncio dos próximos lotes.

Calendário Lote 2 – Segunda parcela

As pessoas que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial no mês de maio receberão, nas seguintes datas, a segunda parcela.

Mês de Nascimento Uso Digital Saques e transferências
Janeiro 27 de junho 18 de julho
Fevereiro 27 de junho 25 de julho
Março 30 de junho 1 de agosto
Abril 30 de junho 8 de agosto
Maio 1 de julho 15 de agosto
Junho 1 de julho 29 de agosto
Julho 2 de julho 1 de setembro
Agosto 2 de julho 8 de setembro
Setembro 3 de julho 10 de setembro
Outubro 3 de julho 12 de setembro
Novembro 4 de julho 15 de setembro
Dezembro 4 de julho 19 de setembro

Terceira parcela do Auxílio de R$ 600

A terceira parcela estava prevista para ser paga entre os dias 26 e 29 de maio, mas dado o atraso do pagamento, ela começou somente no dia 17 de junho para beneficiários do Bolsa Família – e, no dia 25 de junho, foi anunciado o calendário para todos os beneficiários.

Lote 1 – quem recebeu a 2ª parcela em maio

Os beneficiários que já receberam a segunda parcela do auxílio emergencial entre os dias 20 e 26 de maio receberão o Lote 1 da parcela 3 nas datas abaixo:

Mês de Nascimento Uso Digital Saques e transferências
Janeiro 27 de junho 18 de julho
Fevereiro 27 de junho 25 de julho
Março 30 de junho 1 de agosto
Abril 30 de junho 8 de agosto
Maio 1 de julho 15 de agosto
Junho 1 de julho 29 de agosto
Julho 2 de julho 1 de setembro
Agosto 2 de julho 8 de setembro
Setembro 3 de julho 10 de setembro
Outubro 3 de julho 12 de setembro
Novembro 4 de julho 15 de setembro
Dezembro 4 de julho 19 de setembro

Beneficiários do Bolsa Família

Quem já recebe, hoje, a renda do programa Bolsa Família também poderá entrar nos pagamentos do auxílio emergencial – neste caso, o benefício será substituído se for mais vantajoso e, após o fim das parcelas, voltará ao normal.

Quem se encaixar receberá o crédito automaticamente, conforme o calendário de pagamentos do Bolsa Família, sendo duas parcelas no mês de abril e uma no mês de maio.

Voltar ao Topo