Notícias

Vale fecha minas após promotores ordenarem evacuação da área da barragem

A mineradora brasileira Vale SA interrompeu a produção em sua mina de Timbopeba e parte de sua mina de Alegria depois que promotores ordenaram a evacuação de uma área ao redor da barragem do Xingu, disse a empresa em um depósito de títulos.

Os fechamentos, no estado de Minas Gerais, onde a Vale está envolvida em dois desastres de rompimento de barragens, reduzirão sua produção em 40.000 toneladas de minério de ferro por dia, disse a empresa.

Em 2015, uma barragem operada pela Samarco, joint venture entre a Vale e o Grupo BHP na cidade de Mariana, rompeu, seguida em 2019 por outra na cidade de Brumadinho que matou quase 300 pessoas.

A Vale disse que não há “risco iminente” de rompimento da barragem do Xingu.

A empresa paralisou o tráfego da ferrovia Fabrica Nova, que costuma transportar minério de ferro produzido na Usina Timbopeba. Timbopeba foi fechada temporariamente, reduzindo a produção em 33.000 toneladas de minério de ferro por dia, disse a empresa.

“A empresa está trabalhando para retomar as operações, com foco na segurança dos colaboradores e das comunidades do entorno”, disse Vale, sem dar mais detalhes.

Voltar ao Topo