Empregos

Vale diz que mina de minério de ferro perto de barragem se deteriora ainda mais

A Vale SA está monitorando mais erosões no aterro de sua mina Gongo Soco devido à preocupação com o impacto na barragem de resíduos da mineração Sul Superior, disse a mineradora brasileira na segunda-feira, em meio a preocupações contínuas com sua estabilidade.

A segunda maior produtora de minério de ferro do mundo, que informou manter as autoridades informadas sobre a situação, elevou o nível de emergência na barragem no ano passado, depois que fortes chuvas corroíram o reservatório da estrutura perto da cidade de Barão dos Cocais.

Cerca de 500 pessoas vistas em risco de um colapso da barragem foram evacuadas de suas casas em fevereiro de 2019, sob ordens do regulador de mineração do Brasil semanas após a explosão da barragem de rejeitos da Vale em Brumadinho, matando mais de 270 pessoas.

A Vale disse que terminou a construção de uma barreira a 6 quilômetros da barragem, destinada a conter os rejeitos que seriam desencadeados em caso de ruptura da barragem, mas que sua eficácia “ainda está pendente de verificação pelas autoridades”.

As ações da Vale caíram 14,6% a 38,12 reais na tarde de segunda-feira, aproximadamente em linha com o declínio em algumas outras empresas de mineração globais em um dia em que as ações em geral foram atingidas pela preocupação com o novo coronavírus.

Voltar ao Topo