Energia

Investimentos em energia entre a Turquia e o Brasil poderiam atingir US $ 440 milhões até 2026

O potencial de expansão bilateral da energia entre a Turquia e o Brasil é evidente com projeções de US $ 440 milhões em investimentos em infraestrutura de energia até 2026, disse o embaixador brasileiro na Turquia, Eduardo Riccardo Gradilone Neto.

Falando à agência estatal Anadolu em 7 de março, Neto disse que as relações comerciais entre o Brasil e a Turquia testemunharam uma recuperação de US $ 1,8 bilhão em 2016 para US $ 2,2 bilhões em 2017.

“Este resultado é atribuído ao melhor desempenho econômico de ambos os países que, em 2018, deve oferecer novas oportunidades para expandir o comércio e o investimento”, acrescentou.

A cooperação do setor de energia é uma das áreas que os setores de promoção econômica e comercial da embaixada do Brasil estão acompanhando de perto, ressaltou Neto, acrescentando que este é também um tópico na agenda da Comissão de Cooperação Econômica Turco-Brasileira que se reúne periodicamente para identificar o comércio e oportunidades de cooperação entre os dois países.

Neto disse que o setor de petróleo e gás deverá absorver 71,4 por cento do total de US $ 440 milhões, prevê-se 26,2 por cento para a geração e transmissão de eletricidade, e o fornecimento de biocombustíveis deverá aumentar em 2,4%.

“O dinamismo da economia turca, que cresceu a taxas acima da média mundial nos últimos anos, e o ambiente regulatório brasileiro são parâmetros para orientar a estimativa de expansão de negócios no setor elétrico brasileiro nos próximos anos”, acrescentou.

Os leilões são a principal forma de contratos de energia no Brasil que são realizados abertamente com a participação de empresas brasileiras e estrangeiras. Os vencedores são definidos oferecendo a tarifa mais baixa com o objetivo de promover a eficiência na contratação de energia, disse Neto.

“No setor de petróleo e gás, por exemplo, a 14ª rodada de leilões, realizada em setembro de 2017, proporcionou receitas de mais de 3,84 bilhões de reais (cerca de US $ 1,18 bilhão) em bônus, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP ),” ele adicionou.

O embaixador observou que, no total, 17 empresas acumularam áreas de exploração, das quais sete são empresas estrangeiras.

Voltar ao Topo