Economia

Tudo sobre o pagamento do abono de R$ 2 mil para aposentados do BPC e do INSS

Caixa

Com o surgimento e rápida proliferação do novo Corona vírus (COVID-19), milhões de brasileiros tiveram suas rotinas alteradas e economias prejudicadas por conta da pandemia. A qual já tirou a vida de mais de 1 milhão de pessoas no mundo inteiro.

Aqui no Brasil, onde o número de mortos está quase batendo 150 mil, são dezenas de milhares de famílias que tiveram suas rendas zeradas por conta das demissões em massa e afastamentos de trabalho. E isso, obrigou as autoridades a criarem projetos emergenciais para auxiliar a parte afetada da população.

Os integrantes do grupo de risco, por sua vez, também não foram esquecidos. Pois atualmente existem vários programas que visam beneficiá-los, como o 14º salário e o abono extra no valor de 2 mil reais para aposentados do BPC e do INSS. Contudo, as ideias permanecem no papel.

Discutido o pagamento de um abono extra

Ainda em julho, quando o novo Coronavírus começou a dar as caras pelo país e ainda não havia causado tantos impactos em nossas rotinas. Contudo, já estava sendo discutido o pagamento de um abono extra, no valor de 2 mil reais, aos aposentados e pensionistas do INSS inscritos no programa de Benefício de Prestação Continuada, o BPC.

A ideia legislativa foi registrada como sugestão nº 15/2020, apresentada por Jefferson Brandão Leone, e ainda está em tramitação no Senado, sem datas previstas para votação no plenário.

Quando disponibilizado virtualmente para votação popular, o possível projeto bateu a marca de 26 mil assinaturas favoráveis e, posteriormente, foi entregue ao Senador Paulo Paim para apreciação. Entretanto, após ter sido oficializada como sugestão, várias notícias falsas começaram a rodar pela internet. Algumas dizendo que o projeto já havia sido aprovado, outras, inclusive, apresentando um calendário de pagamentos.

Ou seja, se você viu em algum lugar notícias relacionadas ao pagamento do abono extra para aposentados e pensionistas do BPC, confira as atualizações em tempo real diretamente no site do Senado, pelo site:
https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/143423

A ideia legislativa ainda precisa passar por comissões do Senado para que chegue, de fato, à votação, pois trata-se de um procedimento padrão. Mas por conta da pandemia, as comissões tiveram seus trabalhos suspensos, o que prejudica o avanço de pautas menos urgentes. Por fim, ao ser aprovada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), a sugestão avança às outras comissões.

Saiba mais sobre o abono extra para aposentados do BPC

A previsão é pagar um abono extra aos aposentados e pensionistas cadastrados no BPC do INSS com o valor de 2 mil reais.

O pagamento tem como intuito dar suporte aos beneficiários do programa — maioritariamente formado por cidadãos do grupo de risco — no meio do estado de calamidade pública instaurado pela pandemia do Corona vírus.

Contudo, aqueles que recebem mais de três salários mínimos, de aposentadoria ou pensão, não poderão solicitar o pagamento do abono extra.

O que falta para que o abono extra para aposentados seja aprovado?

Como dito anteriormente, a ideia legislativa ainda não para votação. Para que chegue lá, primeiro ela precisa se transformar em um PL (Projeto de Lei), para que assim possa ser votada no Senado.

Posteriormente ser transformada em PL e aprovada pelo Senado, a sugestão será entregue nas mãos dos Deputados, na Câmara, onde passará por votação simples por maioria de votos. Em conclusão, após aprovada pelo legislativo, a proposta é encaminhada ao Presidente da República, Jair Bolsonaro, o qual decidirá se sanciona ou veta a lei.

Alguns especialistas postulam que é bem provável que o abono extra para aposentados seja aprovado pelo Senado, contudo, algumas alterações no valor podem ser feitas.

Abono extra de 2 mil para aposentados pode retirar brasileiros do sufoco

Desde a aparição da Covid-19 e conforme a doença foi se espalhando rapidamente, causando enormes estragos socioeconômicos no país. A saber, poucas ações efetivas foram tomadas para beneficiar os segurados de aposentadoria ou pensões.

Por exemplo, o projeto que previa o pagamento de um décimo quarto salário para aposentados também ainda não saiu do papel, o que pode deixar os milhões de brasileiros que dependem do benefício desamparados ao final do ano — já que o 13º foi antecipado lá no início da pandemia.

Tendo isso em vista, o abono extra de 2 mil reais para aposentados e pensionistas do INSS inscritos no BPC pode contribuir exponencialmente para que os cidadãos dependentes do benefício não sofram ainda mais os impactos da pandemia.

Obviamente, os impactos gerados nas contas públicas, que já andavam aos tropeços, podem deixar o clima em torno da aprovação da sugestão ainda mais estressante aos envolvidos.

Isso fica ainda mais evidente ao observarmos que o auxílio emergencial, medida que ficou mais conhecida em meio à pandemia para ajudar a população, foi cortado pela metade e teve milhares de brasileiros barrados de receber o dinheiro.

Voltar ao Topo