Energia

Siemens Gamesa fecha acordo para parque eólico onshore de 465 MW no Brasil

A empresa de energia eólica Siemens Gamesa anunciou planos para desenvolver um parque eólico de 465 MW no Brasil, que contará com suas mais novas e potentes turbinas eólicas.

A empresa de energia eólica Siemens Gamesa anunciou planos para desenvolver um parque eólico de 465 MW no Brasil, que contará com suas mais novas e potentes turbinas eólicas.

A empresa assinou um acordo com a Essentia Energia, um subsídio focado em energia renovável da Patria Investments, e verá a instalação, batizada de Parque Eólico São Vitor, comissionada até o final de 2022. O parque será composto por 75 SG 5,8-170 turbinas, as mais recentes e maiores em sua gama de 5,8 turbinas, cada uma com potência de até 6,2 MW, e a empresa pretende concluir a construção dos protótipos no início de 2021, antes da construção na instalação.

“Este é um grande passo para a energia renovável brasileira, que ajudará a levar energia limpa para muitos milhares mais”, disse Lars Bondo Krogsgaard, CEO dos negócios onshore da Siemens Gamesa. “O projeto também empregará tecnologia líder de mercado, o que significa que podemos instalar menos turbinas e, ao mesmo tempo, produzir maior capacidade de energia.

“Estamos felizes em fazer isso ao lado de um parceiro financeiro tão forte, Patria Investments, uma aliança que esperamos construir nos próximos anos.”

O negócio segue um acordo semelhante entre a Siemens Gamesa e a empresa de energia brasileira AES, que viu as empresas concordarem com a instalação de 52 5,8-170 turbinas no estado da Bahia no início de 2021.

Esses acordos são os mais recentes de uma série de mudanças destinadas a melhorar a geração de energia eólica no Brasil, com relatório  do Escritório de Pesquisa Energética do país apontando que, em 2018, a produção de energia eólica foi 14,4% maior do que em 2017. No entanto, este total é de apenas 7,6% do fornecimento nacional total de energia elétrica da produção eólica é um décimo da queima da cana-de-açúcar para obter energia.

No entanto, tanto a Siemens Gamesa quanto a Essentia Energia estão otimistas de que negócios como os deles ajudarão a resolver o desequilíbrio da matriz energética do Brasil. O Conselho Global de Energia Eólica informou que o Brasil é o sétimo maior mercado de energia eólica do mundo, sugerindo que, apesar da natureza consolidada dos combustíveis fósseis, ainda existe potencial para o desenvolvimento de energia limpa no país.

“A energia renovável tem sido um setor fundamental para a Patria Investments dentro da nossa prática de infraestrutura”, disse Marcelo Souza, presidente da Essentia Energia. “Vivemos uma era em que a sustentabilidade e o meio ambiente são uma preocupação crescente da sociedade. Nesse contexto, as energias renováveis ​​tornam-se ainda mais relevantes.

“Esta parceria reforça nosso compromisso com o setor e nossa participação ativa no desenvolvimento de uma área crítica para a região.”

Voltar ao Topo