Empregos

Siemens fará upgrade de usina de cogeração para o complexo da Braskem

A Siemens foi escolhida pela petroquímica Braskem para modernizar uma usina de cogeração de energia e vapor em seu complexo petroquímico localizado em São Paulo, Brasil.

A Braskem está revisando e realizando atualizações tecnológicas para a planta de cogeração existente, que fornece vapor e energia para a unidade de craqueamento do complexo petroquímico. O trabalho está programado para ser concluído no início de 2021.

A unidade de craqueamento, projetada para ter capacidade de produção de eteno de 700.000 toneladas métricas por ano (kta), produz matérias-primas para os setores químico e plástico.

Como parte do projeto de atualização, a Siemens implementará uma solução de equipamento totalmente integrada e redundante, incluindo duas turbinas a gás SGT-600 e uma E-house.

A Siemens também será responsável por uma extensão da subestação de alta tensão existente, pela instalação de três compressores alternativos, por um sistema avançado de rejeição de cargas e por software associado ao controle de usinas.

As duas turbinas a gás SGT-600, que serão instaladas na usina de cogeração, terão a tecnologia DLE e funcionarão com gás residual com altas concentrações de hidrogênio.

Além de aumentar a eficiência da planta de eteno, o projeto da Braskem deverá reduzir o consumo de água da unidade de craqueamento em 11,4% e as emissões de CO2 em 6,3%.

O diretor industrial da região sudeste da Braskem Chemicals, Luís Pazin, disse: “A modernização nos ajudará a cumprir nossas metas de sustentabilidade, reduzindo o consumo total de energia da instalação em um montante equivalente ao de uma cidade com um milhão de habitantes”.

Voltar ao Topo