Petróleo

Shell inicia perfuração de bloco de Saturno no exterior do Brasil

A Royal Dutch Shell começou a perfurar o bloco de Saturno na bacia do pré-sal de Santos, disse o chefe da empresa no Brasil na quinta-feira, acrescentando que o Brasil enfrenta obstáculos para permanecer atraente em um ambiente de preço baixo.

Maior produtora de petróleo do Brasil, depois da estatal Petroleo Brasileiro, a Shell é a operadora de blocos com 45% de participação, juntamente com a Chevron, também com 45%, e a Ecopetrol, com 10%. O consórcio venceu o bloco em um leilão de 2018.

André Araujo, falando durante uma transmissão ao vivo transmitida pelo jornal Valor Econômico , disse que a empresa também começou este ano a perfurar a área de Gato do Mato, operada pela Shell na Bacia de Santos. Ele não deu detalhes.

Araujo enfatizou que o cenário mundial da indústria de petróleo é desafiador e que o Brasil enfrenta desafios regulatórios para permanecer atraente, com um novo nível de preços à frente. Ele disse que as empresas de petróleo terão que se adaptar a um cenário de investimentos mais baixos e “sem dúvida, os investimentos migrarão para os países e projetos mais atraentes”.

A camada pré-sal do Brasil é uma “área estratégica de grande interesse” e “extremamente produtiva”, afirmou Araujo. Mas ele também disse que o setor se tornaria mais competitivo e que alguns participantes podem começar a alocar investimentos para outras formas de energia. 

Voltar ao Topo