Notícias

Sauditas prometem cortes de petróleo ainda mais profundos em fevereiro sob acordo da Opep

A Arábia Saudita vai bombear petróleo por seis meses em níveis “bem abaixo” do limite de produção voluntária que aceitou sob o acordo de cortes de petróleo da Opep, disse o ministro da Energia, Khalid Al-Falih.

O maior exportador mundial visou a produção em janeiro de 10,2 milhões de barris / dia e pretende bombear 10,1 milhões em fevereiro, disse Al-Falih em entrevista à Bloomberg Television. O limite voluntário da Arábia Saudita no acordo de corte de dezembro com a Rússia e outros produtores aliados foi de 10,33 milhões de barris / dia.

“A demanda começará a subir no final do primeiro trimestre e no segundo trimestre”, disse ele. O impacto da redução “vai se infiltrar nos mercados globais nas próximas semanas”.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados estão buscando fortalecer o petróleo bruto. Brent de referência ganhou 12% este ano. A Arábia Saudita e países que pensam da mesma forma estão determinados a impulsionar os estoques abaixo da média histórica de cinco anos, disse Al-Falih.

Voltar ao Topo