Benefícios

Saque-aniversário do FGTS: calendário de pagamentos em 2021

saque-aniversário do INSS

O saque-aniversário do  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS surgiu em 2019 como uma nova modalidade para que trabalhadores possam sacar o benefício anualmente. A movimentação dos valores começou no ano passado seguem um calendário de pagamento específico em 2021, de acordo com a data de nascimento do contribuinte – por isso o nome saque-aniversário.

Cerca de 9,7 milhões de trabalhadores optaram por receber saque-aniversário desde outubro de 2019, de acordo com a Caixa Econômica Federal. Se você não está entre elas e ficou em dúvida se vale a pena escolher essa modalidade, é importante considerar alguns fatores:

  • O saque-aniversário não é de todo o saldo do FGTS, mas de um percentual que varia conforme o valor disponível – quanto maior o saldo, menor o percentual que o trabalhador pode sacar por ano;
  • Quem opta pelos saques anuais perde direito ao saldo total da conta em caso de demissão sem justa causa – pode receber apenas a multa de 40% sobre o valor do FGTS deste último trabalho;
  • Depois de aderir ao saque-aniversário, só é possível voltar à modalidade tradicional depois de dois anos;
  • Quem opta pelo saque-aniversário tem três meses para sacar o dinheiro – o mês de seu aniversário e os dois meses seguintes;
  • Para sacar o FGTS no mesmo ano, é preciso optar pelo saque-aniversário até o último dia do mês de aniversário. Caso contrário, o saque só estará disponível no ano seguinte.

Abaixo, confira o calendário de pagamento do saque-aniversário do FGTS em 2021.

Saque-aniversário do FGTS: calendário de pagamentos para 2021

O calendário do saque-aniversário do FGTS segue a data de nascimento do trabalhador, que tem o mês de seu aniversário e os dois meses seguintes para sacar o benefício. Confira o calendário de 2021 abaixo:

Nascidos em Podem sacar o FGTS em 2021
Janeiro De janeiro a março
Fevereiro De fevereiro a abril
Março De março a maio
Abril De abril a junho
Maio De maio a julho
Junho De junho a agosto
Julho De julho a setembro
Agosto De agosto a outubro
Setembro De setembro a novembro
Outubro De outubro a dezembro
Novembro De novembro a janeiro de 2022
Dezembro De dezembro a fevereiro de 2022

E o que acontece se o trabalhador não sacar o benefício no período correto?

Caso o trabalhador opte pelo saque-aniversário e não saque o benefício no período correto – entre o mês de seu nascimento e os dois meses seguintes –, o dinheiro volta automaticamente para o fundo de garantia do trabalhador.

Qual o valor do saque-aniversário?

O valor do saque-aniversário é calculado com base numa porcentagem do saldo total das contas – ativa e inativas – do FGTS de cada trabalhador. Quanto maior o saldo, menor o percentual que o contribuinte pode sacar.

Além disso, trabalhadores com mais de R$500 de saldo no FGTS podem sacar, além do percentual, uma parcela adicional fixa que varia de acordo com a soma total das contas.

Por exemplo: um trabalhador com R$1.500 de saldo no fundo de garantia vai poder sacar um percentual disso, 30% (R$450), mais uma parcela adicional de R$150. Ao todo, portanto, ele vai poder sacar R$600. Lembrando que o saldo é a soma de todas as contas, não os saldos individuais de cada uma delas.

Confira, abaixo, uma tabela com o percentual que pode ser sacado e o valor da parcela adicional de acordo com o saldo do FGTS.

Saldo do FGTS Percentual que  pode ser sacado Valor da parcela adicional
Até R$500 50% do saldo total Não tem parcela adicional
De R$500,01 até R$1 mil 40% do salto total R$50
De R$1.000,01 até R$5 mil 30% do saldo total R$150
De R$5.000,01 até R$10 mil 20% 20% do saldo total R$650
De R$10.000,01 até R$15 mil 15% do saldo total R$1.150
De R$ 15.000,01 até R$ 20 mil 10% do saldo total R$1.900
Acima de R$ 20.000,01 5% do saldo total R$2.900

Como calcular quanto você vai receber no saque-aniversário?

  1. Confira qual é o seu saldo do FGTS (veja como consultar);
  2. Com este valor em mãos, veja na tabela acima qual é o percentual que você pode sacar e faça as contas com base no seu saldo. Se for R$1 mil, por exemplo, você poderá sacar 40% – que é igual a R$400;
  3. Confira também se você tem direito à parcela adicional – e, em caso positivo, qual seu valor. Para quem tem R$1 mil, por exemplo, a parcela adicional é de R$50.
  4. Para encontrar a quantia final que você poderá sacar, some o valor percentual com a parcela adicional. Nos exemplos acima, essa soma daria R$450 – R$400 do percentual mais R$50 da parcela adicional.

Como optar pelo saque-aniversário do FGTS?

Se você entendeu que esta modalidade é a melhor opção para seu bolso, é preciso realizar a escolha em um dos canais da Caixa:

  • App FGTS (disponível para Android e iOS);
  • Página do FGTS.

Lembrando que, depois de fazer essa opção, é necessário esperar dois anos para voltar ao formato tradicional do FGTS.

Voltar ao Topo