Energia

Santa Catarina concede licença preliminar para projeto eólico de 256,5 MW

O Instituto Ambiental do Estado de Santa Catarina (IMA) concedeu na sexta-feira a licença ambiental preliminar (LAP) para um projeto eólico de 256,5 MW.

O Complexo Eólico Calmon, como é denominado, exigirá cerca de R $ 1 bilhão (USD 185,7 milhões / EUR 153,3 milhões) em investimentos para a construção de 11 parques eólicos no total. As obras de instalação levarão 34 meses, estima o IMA.

A ser localizado nos municípios de Calmon, Cacador, Timbó Grande e Porto União, o projeto eólico é de responsabilidade da empresa eólica regional Eolicas de Calmon Ltda. Será composto por 95 turbinas eólicas com capacidade individual de 2,7 MW cada, cobrindo uma área total de 9.600 hectares (23.722 acres).

O LAP, que serve para autorizar o início do planejamento do projeto, é a primeira das três licenças ambientais – Preliminar, Instalação e Operação – necessárias para o início das operações do projeto, explica a agência.

Voltar ao Topo