Óleo e Gás

Saiba qual é o país que mais compra petróleo venezuelano

A Índia está se banqueteando com o petróleo venezuelano, depois que os EUA impuseram uma proibição de facto das importações de petróleo bruto da nação latino-americana.

Enquanto os fluxos para os EUA pararam, a Índia tornou-se o comprador número 1 do petróleo venezuelano na primeira quinzena de fevereiro, com as importações saltando de 66% para 620 mil barris por dia. Refinadores indianos Reliance Industries Ltd e Nayara Energy Ltd, que é apoiado pela Rosneft Oil Co PJSC, estão colaborando com o impulso.

Ainda assim, as exportações de petróleo venezuelano despencaram desde que o presidente dos EUA, Donald Trump, aumentou as sanções contra a companhia petrolífera do país. Os embarques de petróleo, commodity que financia o regime do presidente Nicolas Maduro, caíram para 1,12 milhão de barris diários na primeira quinzena de fevereiro, queda de 9,2% em relação ao mesmo período de janeiro. Nenhuma embarcação norte-americana deixou portos venezuelanos naquela época.

Sete embarcações venezuelanas carregadas de petróleo para as refinarias norte-americanas Valero Energy e Chevron estão presas desde que as sanções foram anunciadas em 28 de janeiro, enquanto a estatal Petróleos de Venezuela SA exige pagamento antecipado das cargas.

Enquanto isso, os embarques para a aliada de longa data China, que está lutando para recuperar pelo menos US $ 50 bilhões que emprestou à Venezuela nos últimos 12 anos, desaceleraram. As importações caíram 50%, para 120.000 barris diários.

Voltar ao Topo