Benefícios

Saiba os requisitos para se cadastrar no CadÚnico e seus principais benefícios

O Cadastro Único, também conhecido como CadÚnico, é um banco de dados do Governo Federal para identificação de famílias de baixa renda.

Todos os programas sociais do governo exigem o cadastro atualizado no CadÚnico, pois é por meio dele que será identificada a veracidade de informações nas solicitações de participação de programas sociais.Com ele o governo tem uma melhor visão da situação financeira das famílias pobres e com isso conseguem planejar melhores estratégias de auxílio.

Para participação Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Carteira do Idoso entre muitos outros programas sociais, o cadastro no CadÚnico é obrigatório.Se você precisa fazer o cadastro no sistema e não sabe como fazer, abaixo você verá como ele funciona, quem pode se cadastrar, os requisitos para cadastro e os seus muitos benefícios. Acompanhe!

COMO FUNCIONA O CADÚNICO?

Como foi dito acima, o Cadastro Único é um banco de dados do Governo Federal com dados financeiros de famílias brasileiras pobres.No entanto, os dados não são utilizados somente pelo Governo Federal, é uma base de consulta também para o Estado e Município que podem trabalhar em cima de melhorias nas políticas públicas.

De forma geral, a ideia do Cadastro Único é que o próprio município faça visitas às famílias pobres para coleta de dados familiar e financeiro e seja feito o cadastro no sistema.

As famílias que são de baixa renda e se enquadram para cadastro, mas não receberam a visita municipal devem procurar o Centro de Referência em Assistência Social – Cras de sua cidade, para o cadastro.Após a efetivação do cadastro, caso tenha interesse em algum dos programas sociais disponíveis, basta solicitar a participação no próprio Cras.

QUEM PODE SE CADASTRAR CADASTRO ÚNICO?

O Cadastro Único é exclusivo para famílias com meio salário mínimo mensal por integrante e, para famílias com renda mensal total de 3 salários mínimos.No entanto, há programas sociais como o Minha Casa Minha Vida que possuem exigências diferentes de participação, sendo possível pedir cadastro no Cadastro Único para participação do programa social desejado.

QUAIS OS REQUISITOS PARA CADASTRO NO CADASTRO ÚNICO?

Se você possui os requisitos necessários para cadastro no CadÚnico ou no Programa Social de sua escolha, basta seguir as orientações abaixo para participação:

A solicitação do cadastro deve ser feita por um residente da família, de preferência mulher, que tenha no mínimo 16 anos, essa pessoa passará a ser a responsável pelo fornecimento de dados de todos os integrantes da residência.
O responsável pelo cadastro deverá ter em mãos seu CPF ou Título de Eleitor, bem como, um dos documentos abaixo de cada integrante da família.

Se o responsável pelo cadastro for indígena ou quilombola, não é necessária a apresentação de CPF ou Título de Eleitor, será aceito um dos documentos abaixo ou a Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI).

Certidão de Nascimento;
Certidão de Casamento;
CPF;
Carteira de Identidade (RG);
Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
Carteira de Trabalho; ou
Título de Eleitor.

Além destes dados é necessário levar consigo um comprovante de endereço, sendo uma conta de luz ou de água.
Caso o comprovante de endereço não esteja em seu nome não há problemas, pois não será solicitado cópia do documento, somente os dados do endereço.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO CADASTRO ÚNICO?

Abaixo você encontrará os principais programas sociais que exigem o cadastro no Cadastro Único, mas como foi dito antes, não se prenda somente aos requisitos do próprio Cadastro único.Cada um dos programas abaixo possui seus requisitos de participação, então antes de requisitar inscrição no Cadastro Único entenda antes o programa que confere com sua necessidade atual.

Somente após verificar e regularizar todos os dados necessários para participação no Programa Social, solicite o cadastro no Cadastro Único.

Programa Bolsa Família
Programa Minha Casa, Minha Vida
Bolsa Verde-Programa de Apoio à Conservação Ambiental
Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI
Fomento- Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais
Carteira do Idoso;
Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
Programa Brasil Carinhoso;
Programa de Cisternas;
Telefone Popular;
Carta Social;
Pro Jovem Adolescente;
Tarifa Social de Energia Elétrica;
Passe Livre para pessoas com deficiência;
Isenção de Taxas em Concursos Públicos;
Pronatec – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego.

CONCLUSÃO

O Cadastro Único exige a regularização e atualização dos dados cadastrais, como renda mensal, telefone, endereço, estado civil, nascimento, adoção ou falecimento de algum membro da família.Se não houver nenhuma mudança nos seus dados cadastrais o cadastrado tem o prazo máximo de 2 anos para comparecer em um CRAS para atualizar os dados.

Mais de 2 anos sem comparecer a um posto para informar que seus dados continuam os mesmos os benefícios fornecidos são suspensos.Mais de 4 anos sem atualizar os dados cadastrais, o governo exclui os dados da família do sistema.

Voltar ao Topo