Benefícios

Saiba como se aposentar com o teto máximo do INSS

A aposentadoria é como um sonho de consumo para a maioria dos brasileiros, agora, conseguir se aposentar com o teto máximo do INSS já é praticamente um mito.

No entanto, tenho que te dizer que é possível se aposentar com um valor muito próximo ao teto máximo. Será fácil? Não! Requer sacrifícios? Sim! Mas se é o que você realmente busca, todo o esforço valerá a pena.
O Teto Máximo atual do INSS é de R$ 6.101,06 o que significa que um beneficiário pode receber, em sua aposentadoria, esse mesmo valor todos os meses.

Parece um sonho, não? Após anos de esforço e trabalho, poder se aposentar com um ótimo salário, fora os demais benefícios.Se você é um trabalhador inteligente e determinado que pensa no seu futuro, acompanhe as dicas que você deve seguir para se aposentar com o teto máximo do INSS.

Antes de iniciar o planejamento para sua aposentadoria você precisa se identificar como contribuinte. Você é um contribuinte Segurado Obrigatório ou Segurado Facultativo?
Se não sabe onde você se aplica, veja abaixo o que significa cada tipo de contribuinte:

Segurado Obrigatório

Se trata de todo cidadão que recebe uma remuneração, tendo um contrato empregatício ou sendo autônomo.
São estes, empregados com registro na CLT, MEI’s, empregados domésticos, autônomos, contribuintes individuais e especiais.

No caso de trabalhadores que não possuem vínculo empregatício com empresas privadas ou públicas, eles mesmos se tornam responsáveis pela contribuição ao INSS, uma vez que ela é obrigatória.

Se você é um MEI, Microempreendedor Individual, sua contribuição será de 5% em cima do salário mínimo, mas você pode fazer uma contribuição de forma individual de 11% para ficar mais próximo do teto.
Se você contribui de forma individual, sua contribuição será de 11% em cima do salário mínimo, podendo também investir mais 5% se fizer um registro MEI.

E, por fim, se você é um contribuinte especial, ou seja, trabalhador rural, pescador artesanal ou extrativista vegetal, não precisa se preocupar quanto a sua contribuição, já que é feito o desconto do INSS sobre os produtos vendidos.

Segurado Facultativo

Se trata de cidadãos que não trabalham, mas querem e possuem condição de contribuir com o INSS.
Contribuintes facultativos contribuem da mesma forma que os individuais, sendo que devem contribuir com 11% em cima do salário mínimo.Agora que você já sabe onde você se encontra, vamos para os requisitos necessários para se aposentar com o teto máximo do INSS.

REQUISITOS MÍNIMOS PARA SE APOSENTAR COM O TETO MÁXIMO DO INSS

Para que você atinja sua meta de aposentadoria é importante saber que suas contribuições devem ser pagas com base no teto atual do INSS.Isso significa que se você possui um contrato de trabalho e recebe menos que R$ 6.101,06, terá que complementar o valor faltante para que fique próximo ou maior que o teto máximo.

Então, se você recebe R$ 3.500,00 terá que abrir um MEI ou se tornar um segurado individual para contribuir de forma que os R$ 2.601,06 faltantes sejam recolhidos para o INSS.Mas se você já recebe um salário superior ou bem próximo ao teto máximo, não precisará se preocupar com sua aposentadoria, isso porque a empresa já faz sua contribuição de forma automática.

Um requisito importantíssimo para atingir seu objetivo é ter em mente que para se aposentar é preciso atingir os requisitos mínimos do INSS, como idade e tempo de contribuição.

Além disso, o mínimo da alíquota de contribuição para ficar mais próximo do teto máximo é de 11%, menos que isso será bem difícil de você se aposentar com o teto máximo, e isso independe do seu tipo de beneficiário.

Quando você for pedir a sua aposentadoria o INSS fará uma média, contando a partir de 1994, de todas as suas contribuições e levando em conta todos os salários no período de 20 anos para homens e 15 anos para mulheres.
Após fazer a média de contribuição será deduzido 60% + 2% ao ano e então será feito o cálculo da sua aposentadoria.
Com base nessa dedução, se você for homem terá que contribuir por 40 anos e no caso das mulheres, deverá ser contribuído por 35 anos, sempre com um valor igual ou superior ao teto vigente do INSS.

Seguindo esse tempo de contribuição você alcançará 100% das suas contribuições feitas com base em seus salários.

CONCLUSÃO

Ao iniciar seu planejamento não se iluda com valores, pois a intenção do INSS não é deixar ninguém rico, há muitas deduções no cálculo do seu benefício.Além de o cálculo ser feito com base na inflação, o INSS leva em conta todos os salários que tiveram contribuição, sejam eles altos ou baixos.

A intenção do INSS é auxiliar os aposentados para que não passem por necessidades, enquanto gozam de seu benefício, e isso sem prejudicar a economia do país.

Voltar ao Topo