Óleo e Gás

RJ respondeu por 71% da produção de óleo e gás do país em 2019, diz ANP

O Estado do Rio de Janeiro respondeu por 71% de toda a produção de petróleo e gás natural do país em 2019, de acordo com dados informados nesta sexta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Segundo a autarquia, o Estado, onde estão localizados os campos de Lula e Búzios, no pré-sal, registrou uma produção de 2,528 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) diários no ano passado.Reservas da Petrobras caem e exploração se torna prioridade.A participação do Rio no total produzido pelo país em 2019 foi 5,3 pontos percentuais superior à fatia relativa a 2018, de 65,8%.

O segundo Estado com a maior produção de óleo e gás no ano passado foi São Paulo, com 11,5% do total do país, ou 409,77 mil BOE diários. O número recuou 1,6 ponto percentual em relação a 2018.

Em terceiro lugar ficou o do Espírito Santo, com 9,4% do total, ou 333,68 mil BOE diários. A participação do Estado também recuou 2,6 pontos percentuais em relação à fatia observada no ano anterior.

Segundo a ANP, a produção brasileira de óleo e gás em 2019 foi de 3,559 milhões de BOE diários, com crescimento de 8,1% em relação ao ano anterior. Apenas a produção de petróleo cresceu 7,78%, na mesma comparação, totalizando, 2,787 milhões de barris diários.

Já a produção somente de gás natural totalizou 122,53 milhões de metros cúbicos diários no ano passado, com alta de 9,46% ante 2018.

Com relação ao pré-sal, a produção de óleo e gás somou 2,183 milhões de BOE diários, o equivalente a 61,3% do total produzido no país.

Considerando apenas a produção de petróleo, o total contabilizado no pré-sal no ano passado foi de 1,737 milhão de barris diários. A produção de gás natural na região somou 70,973 milhões de metros cúbicos diários.

Voltar ao Topo