Benefícios

Renda Brasil: Veja quem poderá se inscrever e qual o valor a receber

Renda Brasil

Em um período com tantas pessoas passando por dificuldades financeiras, devido a pandemia do Coronavírus, é muito importante ficar atento para os principais benefícios e auxílios do país, por isso é importante que você saiba o valor e quem poderá se inscrever no Programa Renda Brasil.

Essa é uma nova ação que está na última fase de ajustes pela equipe econômica do Ministério da Economia, e deve começar em breve, os especialistas estão indicando que esse novo programa deve ser amplo e começará as inscrições ainda este ano.

Veja mais detalhes sobre o novo Program do Governo Federal abaixo:

 Renda Brasil

O Programa será a nova ação do Governo Federal para renda mínima permanente, ou seja, outros programas parecidos deverão ser integrados e deixarão de existir.

Apesar de ainda não ter sido confirmado, já que depende do Congresso e de outros parlamentares, esse deve ser o novo Bolsa Família, Segundo o próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, essa ação será mais “ampla”.

A intenção é que esse alargamento dos programas de renda mínima acabe abarcando outras ações já existentes, como é o caso do próprio Bolsa Família e outros como o Fundo de Amparo ao Trabalhador, o Seguro Defeso e outros.

Qual valor do Renda Brasil?

O ministro Paulo Guedes já foi perguntado sobre isso e falou sobre a possibilidade de um pré-valor, ou seja, de já ter uma ideia de quanto pode ser esse benefício permanente.

De acordo com Guedes, o valor do Programa Renda Brasil poderá ser entre R$ 200 e R$ 300, porém esses números, ainda não estão fixados e poderão mudar de acordo com o número de programas que vão ser incorporados.

Inscrição Renda Brasil

Segundo as contas da equipe econômica do Governo, cerca de 31 milhões de brasileiros estarão aptos de imediato, quem pode receber o Renda Brasil é justamente os beneficiários que estavam em outros programas como o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial.

Muitas pessoas tiveram seus dados cadastrados no sistema Cadastro Único (CadÚnico), pela primeira vez agora e esses poderão estar incluídos no novo programa.

Ainda existe uma estratégia para que outros 25 milhões de pessoas que são pequenos empresários e trabalhadores informais façam parte do Renda Brasil, a ideia é uma integração e formalização através da Carteira Digital Verde e Amarela, e com isso  funcionará como uma “rampa” de acesso ao mercado de trabalho formal.

Voltar ao Topo