Benefícios

Regras do INSS que podem suspender ou cancelar seu benefício

auxílio-doença meu inss

O pente fino é uma ação do INSS onde são conferidos  os pagamentos dos benefícios e evitar fraude e pagamentos indevidos. Este ano, o procedimento acontecerá no mês de agosto. Com isso, os segurados que recebem o BPC/Loas e benefícios por incapacidade temporária, terão seus dados reanalisados.

O foco do pente fino do INSS será os benefícios por incapacidade. Dessa maneira, é importante que esses segurados estejam com os dados atualizados. É pelo endereço, telefone de contato e e-mail que o instituto entra em contato avisando sobre o pente-fino.

Após a notificação, os segurados têm até 60 dias para enviar a documentação solicitada pelo INSS. Esses documentos servem para comprovar o direito ao recebimento do benefício. Aqueles que não enviarem a documentação terão o pagamento bloqueado.

O Instituto Nacional do Seguro Social ainda não divulgou as regras e requisitos para o pente fino do INSS. Porém, já se sabe que os BPC e os benefícios por incapacidade temporária, como o auxílio-doença, estarão na mira do INSS.

Só serão convocados para o pente fino do INSS os beneficiários que estiverem com alguma informação pendente. Além disso, aqueles que recebem o benefício há mais de 10 anos não poderão ser convocados. Outros quatro grupos também serão poupados dessa reanálise:

  • Segurado que recebe aposentadoria por invalidez;
  • Pensionistas inválidos que não tenham retornado à atividade e com idade de 60 anos ou mais;
  • Aposentados por invalidez e pensionistas inválidos que não tenham retornado à atividade com pelo menos 55 anos e que recebe o benefício há pelo menos 15 anos;
  • Os beneficiários portadores do vírus HIV.

A estimativa do instituto é realizar um pente fino em mais 170 mil benefícios por incapacidade temporária. É importante lembrar que há auxílio-doença sendo pagos há mais de seis meses sem a realização de perícia médica.

Voltar ao Topo