Empregos

Refinaria para salvar a Petrobras

A Petrobras fechou o semestre no negativo e precisa otimizar ainda mais as atividades para melhorar o comportamento das contas. No planejamento, o crescimento da produção da Refinaria Abreu e Lima está no circuito para melhorar o cenário, mas nem tanto. A indústria operava 95 mil barris de petróleo por dia, passou para 99 mil barris em julho e tem calendário de chegar a 115 mil barris de petróleo em setembro. O resultado líquido do semestre ainda é alto. O saldo fechou negativo em R$ 876 milhões.

Conforme Jorge Celestino Ramos, diretor executivo de Refino e Gás Natural, a empresa busca o efeito de otimização da produção de petróleo. “A gente consegue reduzir a importação do óleo e passa a exportar mais”, explica. “A Rnest se mostra um equipamento muito eficiente e roda 70% em diesel”, acrescenta.

Voltar ao Topo