Economia

Receita tributária federal do Brasil em setembro cresce 2%, para 119,8 bilhões de reais

A receita tributária federal do Brasil subiu para 119,8 bilhões de reais (US $ 21,4 bilhões) em setembro, o serviço tributário federal disse na quarta-feira (21), um aumento de 2% em termos reais em relação ao mesmo mês do ano passado.

Foi um pouco mais do que os 118,5 bilhões de reais previstos em uma pesquisa com economistas, e trouxe a arrecadação tributária total nos primeiros nove meses do ano para 1,03 trilhão de reais, queda de 11,7% em relação ao ano anterior, disse o serviço de receita.

 Brasil assina acordo para financiar US $ 1 bilhão em exportações

Na última visita de uma delegação do governo Donald Trump a Brasília, o ministro Paulo Guedes, e a presidente do Exim Bank (Banco de Exportações e Importações dos EUA), Kimberly Reed, assinaram memorando para identificar possibilidades de financiamento às exportações desse país para o Brasil que pode somar US $ 1 bilhão.

O documento assinado na cerimônia do Itamaraty estabelece compromissos entre Brasil e Estados Unidos para avançar na cooperação na comercialização de bens e serviços, especialmente em telecomunicações e 5G, energia, infraestrutura, logística, mineração e manufatura.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, faz discurso após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e o assessor de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Robert O’Brien, no Palácio do Itamaraty, em Brasília, em 20 de outubro de 2020. – Estados Unidos e Brasil assinaram três acordos na segunda-feira (19), que disseram que fariam expandir e aprofundar seu acordo comercial existente, o último momento de união sob os presidentes Donald Trump e Jair Bolsonaro.

O novo protocolo adiciona capítulos sobre como facilitar o comércio, práticas regulatórias e medidas anticorrupção.

A cerimônia marcou o encerramento das atividades da delegação chefiada por O’Brien. Durante esses eventos, Brasil e Estados Unidos assinaram um acordo de facilitação de comércio e no qual o Brasil estabelecerá barreiras à chinesa Huawei em redes 5G.

“Acreditamos que o acordo de colaboração econômica entre Estados Unidos e Brasil terá resultados promissores”, afirmou Reed.

Voltar ao Topo