Beleza

Receita pra fazer em casa: sérum facial de tratamento

Outro dia percebi que ainda não havia postado essa receita aqui no blog quando fui falar sobre em outro lugar. Essa receita é, na verdade, quase uma não-receita de tão simples que é o como fazer. Eu pensei nessa formulação porque estava tendo uns problemas de pele tendo várias espinhas. Então, toda noite, eu misturava uma gota de óleo essencial de melaleuca em uma colherzinha de óleo vegetal e espalhava pelo rosto. Depois de alguns dias e de sempre ter uma colherzinha suja pra lavar, eu decidi fazer essa mistura em maior quantidade e deixar pronta sempre que eu precisasse. Assim nasceu o sérum facial de tratamento.

Na rotina de beleza, uma das etapas super importantes é a hidratação. Você pode repor a água das camadas da sua pele e também devolver a emoliência, a gordura. Normalmente os hidratantes são uma mistura dessas duas possibilidades. Esse sérum atua na reposição lipídica porque é feito essencialmente de óleo vegetal.

INGREDIENTES

  • 30 ml de óleo vegetal
  • 15-20 gotas de óleo essencial

UTENSÍLIOS

  • Medidores de colher de sopa
  • Pote de vidro com conta gotas

COMO FAZER

  1. Meça o óleo vegetal e coloque no potinho.
  2. Meça com cuidado o óleo essencial para não passar de 20 gotas.
  3. Chacoalhe bem para misturar. Pronto!

MODO DE USAR

  • Use 4-6 gotas do sérum no rosto antes de dormir. Pingue na mão ou direto no rosto e espalhe bem com as mãos.
  • Pode ser usado todos os dias, dia sim dia não ou com menos frequência se você perceber que não precisa.
  • Vai durar cerca de 6 meses se você guardar longe da luz direta.

SUBSTITUIÇÕES

  • Você pode usar seu óleo vegetal puro ou misturar os que tiver em casa. Minha sugestão é começar por um purinho mesmo.
  • Você pode começar com apenas 1 óleo essencial e 1 óleo vegetal. Ou misturar vários conforme o que já tiver em casa.

Por que usar óleos vegetais no rosto

Óleos vegetais são a gordura extraída normalmente de sementes ou castanhas de uma planta. Eles são a base para os hidratantes e várias outras receitas cosméticas porque são ricos em nutrientes, antioxidantes, vitamina E.

Hidratar a pele com óleos vegetais é muito simples porque podemos usar apenas um óleo vegetal purinho e já funciona. O mais legal é que podemos escolher um óleo vegetal com propriedades que sejam ideais pro seu tipo de pele e adicionar gotinhas de óleos essenciais que garantem funções terapêuticas e cosméticas para o tratamento que você está precisando.

Como escolher o óleo vegetal para sua pele

Existem dezenas de opções de óleos vegetais e todos eles são bons em nutrientes como eu comentei antes, mas para que você saiba o que você precisa é importante levar algumas coisas em consideração:

O SEU TIPO DE PELE

Existem basicamente dois tipos de pele (a dermatologista Patricia Silveira respondeu essa dúvida nessa entrevista que fiz com ela): a pele com tendência a ser seca e a pele com tendência a ser oleosa e ter acne. Óleos vegetais que são mais comedogênicos (ou seja, tem propensão a entupir os poros) não são indicados principalmente para quem tem tendência a formar espinhas. Já óleos que são finos e são mais bem absorvidos pela pele nem sempre são suficientes para uma pele com tendência ao ressecamento.

O TRATAMENTO QUE VOCÊ PRECISA

Ainda que existam basicamente dois tipos de pele, toda sorte de coisas acaba por alterar nossa pele. Você pode estar passando por um momento com muitas espinhas e acne ainda que tenha uma pele mais ressecada (foi o que aconteceu comigo). Sua pele pode ter ficado bastante sensibilizada por algum produto, comida, tratamento que você fez.

Os óleos vegetais mais indicados para peles oleosas e acneicas

  • Jojoba (OH)
  • Oliva (OH)
  • Abacate (OH)
  • Chia (OH)
  • Moringa (OH)
  • Buriti (OH)
  • Linhaça
  • Babosa
  • Argan (OH) (pode não ser muito bom)

Explicação: os óleos vegetais hidratantes (OH) são ricos em ácido oleico (gordura mono-insaturada) e possuem maior permeabilidade transcutânea. O potencial de irritação da pele é proporcional à penetração (observar em peles sensíveis).

Os óleos vegetais mais indicados pra peles secas

  • Coco (OS)
  • Rosa Mosqueta (OS)
  • Girassol (OS)
  • Amêndoas (OS)
  • Gergelim (OS)
  • Semente de Uva (OS)
  • Romã (OS)
  • Gérmen de Trigo (OS)
  • Castanha do Pará (OS)
  • Cártamo (OS)

Explicação: os óleos de superfície (OS) são óleos ricos em ácido linoleico (gordura poli-insaturada) e promovem maior reparação da barreira cutânea. Permeação transcutânea pobre. Não são indicados para peles oleosas porque podem causar obstrução de poros e inflamações (espinhas).

Escolhendo os óleos essenciais

Os óleos essenciais são óleos extraídos das plantas (normalmente folhas e flores) que concentram o suprasumo de funções terapêuticas e cosméticas da planta nestes compostos voláteis. É importante lembrar que óleos essenciais podem ser tóxicos, alguns não podem ser usados por grávidas nem expostos ao sol. Antes de usar um óleo essencial, pesquise sobre como ele pode ser utilizado.

Os OE que vou citar aqui são bastante comuns de serem achados e são opções que abarcam o maior número de funções. Você não precisa ter todos, pode usar somente um no seu sérum ou fazer uma combinação de dois ou três.

Óleo essencial de melaleuca (ou tea-tree): antifúngico, bactericida, controla odores (axila), auxilia no tratamento de acne e espinhas, cicatrizante. Para mim, o OE que não pode faltar na sua nécessaire.

Óleo essencial de lavanda: calmante, cicatrizante, ajuda a reduzir dores de cabeça, melhora o sono e tem um cheiro muito calmante.

Óleo essencial de gerânio: óleo do feminino, ajuda no controle dos sintomas da TPM e menopausa. É antisséptico, anti-inflamatório, regenerador da pele e estimula produção de colágeno.

Óleo essencial de palmarosa: altamente regenerador, indicado para peles irritadas, maduras e com dermatoses.

Óleo essencial de camomila: calmante, antiinflamatório, cicatrizante. Indicado pra peles muito sensibilizadas (rosácea, pele sensível ou com muita acne).

 

Voltar ao Topo