Petróleo

Produção de petróleo do Brasil sobe pelo 4o mês e renova recorde

A produção de petróleo no Brasil subiu pelo quarto mês consecutivo em julho, renovando um recorde mensal de extração, com o avanço expressivo do desenvolvimento de áreas do pré-sal, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em boletim.

A produção de petróleo somou 2,581 milhões de barris por dia (bpd), com alta de 0,9 por cento ante junho e alta de 4,7 por cento na comparação com julho de 2015, superando os 2,558 milhões de bpd produzidos em junho, a maior marca anterior.

Já a produção de gás natural alcançou 107,2 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), alta de 3,5 por cento frente a junho e alta de 12,4 por cento na comparação anual.

Somando a produção de petróleo e gás, o país extraiu em julho recorde de 3,255 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), superando a maior marca anterior, de 3,21 milhões de boe/d registrada em junho.

A produção do pré-sal, oriunda de 65 poços, foi de 1,060 milhão de bpd e 40,8 milhões de m³/dia de gás natural, totalizando 1,317 milhão de boe/d, alta de 6,2 por cento ante junho.

A Petrobras explicou anteriormente que o resultado do pré-sal em julho se deve, principalmente, à entrada em operação, em 8 de julho, do sistema de produção de Lula Central, através do FPSO Cidade de Saquarema, e ao crescimento da produção de novos poços interligados aos FPSOs Cidade Maricá e Cidade de Itaguaí, também instalados no campo de Lula, em Santos.

Segundo a ANP, a produção média da Petrobras como concessionária, em julho, foi de 2,096 milhão de bpd, alta ante os 2,045 milhões de bpd registrados um ano antes.

A anglo-holandesa Shell tornou-se recentemente a segunda maior produtora do Brasil, após a conclusão da compra da gigante britânica BG, em 15 de fevereiro. Em terceiro lugar está a Repsol Sinopec.

Veja na tabela abaixo detalhes dos volumes produzidos pelas dez principais empresas no Brasil em julho, por concessionário, com dados comparativos do mesmo mês de 2015.

 

Fonte: Notícias Do Trecho

 

 

Voltar ao Topo