Notícias

Presidente vai substituir CEO da Petrobras

Uma briga entre o presidente do Brasil Jair Bolsonaro e o CEO da Petrobras, Roberto Castello Branco, resultou no movimento do governo para nomear um novo CEO para liderar a gigante estatal do petróleo.

Os dois brigaram por causa do aumento do preço do petróleo nas últimas semanas, culminando com o presidente brasileiro postar um aviso em sua página no Facebook informando que o Ministério de Minas e Energia do país indicará Joaquim Silva e Luna para substituir Castello Branco.

Em comunicado subsequente em seu site, a Petrobras afirmou: “Petrobras informa que recebeu carta do Ministério de Minas e Energia solicitando medidas para convocação de Assembleia Geral Extraordinária a fim de promover a eleição e substituição de membro do Conselho de Administração, e indicar Joaquim Silva e Luna em substituição a Roberto da Cunha Castello Branco.

“A carta também solicita que Joaquim Silva e Luna seja posteriormente avaliado pelo Conselho de Administração da Petrobras para o cargo de CEO.”

Silva e Luna é um general aposentado do Exército sem experiência em petróleo e gás.

Castello Branco foi nomeado CEO da Petrobras em 2019, quando Bolsonaro assumiu o poder, e tinha mandato até 20 de março de 2021. Ele seguiu uma estratégia de venda de ativos não essenciais para reduzir o endividamento da empresa, que tem sido popular entre os investidores .

Voltar ao Topo