Petróleo

Preços do petróleo sobem em cortes na oferta, mas enfraquecimento da perspectiva econômica limita ganhos

Os preços do petróleo subiram nesta terça-feira, em meio a cortes de oferta do clube de produtores Opep e da Rússia, embora o cenário econômico mais sombrio tenha limitado os ganhos.

Os futuros do petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) estavam em US $ 50,78 por barril, às 0041 GMT, um aumento de 27 centavos, ou 0,5 por cento, em relação ao último acordo.Os futuros do petróleo bruto Brent ainda não foram negociados.

“O impacto dos cortes da Opep +, as sanções do Irã e o menor crescimento mês a mês na produção dos EUA devem ajudar a sustentar os preços do petróleo a partir dos níveis atuais”, disse o banco norte-americano JP Morgan em nota.

O Oriente Médio dominou o clube de produtores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e alguns aliados não-OPEP, incluindo a Rússia, concordaram no final de 2018 em cortar a oferta para conter um excesso global.

Enquanto isso, em novembro do ano passado, os Estados Unidos re-impuseram sanções contra as exportações de petróleo do Irã. Embora Washington tenha concedido isenções de sanções aos maiores clientes de petróleo do Irã, principalmente na Ásia, as exportações do país do Oriente Médio despencaram desde então.

No entanto, os ligeiros aumentos dos preços do petróleo na terça-feira vieram depois que os contratos futuros de petróleo caíram mais de 2% na sessão anterior, puxados para baixo pelos dados comerciais chineses fracos que apontavam para uma desaceleração econômica global.
Voltar ao Topo