Petróleo

Preços do petróleo sobem antes de reunião da Opep+

petróleo

Os preços do petróleo subiam nesta terça-feira, operando perto de máximas de três meses por expectativas de que importantes produtores possam selar, em reunião por videoconferência que deve acontecer nesta semana, um acordo em para prorrogar cortes de produção que têm impulsionado as cotações.

O petróleo Brent subia 0,99 dólar, ou 2,58%, a 39,31 dólares por barril, às 8:50 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,85 dólar, ou 2,4%, a 36,29 dólares por barril.

O Brent dobrou de valor nas últimas seis semanas, ajudado por cortes de oferta da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros países incluindo a Rússia, um grupo conhecido como Opep+.

Mas ainda assim os preços acumulam queda de 40% neste ano.

Os produtores da Opep+ têm avaliado prorrogar seus cortes de produção de 9,7 milhões de barris por dia (bpd), o equivalente a 10% da produção global, até julho ou agosto, o que pode ser decidido em uma reunião online que deve acontecer em 4 de junho.

“O mais provável é que a Opep+ prorrogue os cortes atuais até 1° de setembro, com um encontro agendado antes disso para decidir os próximos passos”, disse o chefe de análise de commodities do Citi, Edward Morse.

Pelo plano original da Opep+, os cortes iriam ocorrer apenas em maio e junho, com posterior retorno a uma redução de oferta de 7,7 milhões de bpd no período de julho a dezembro.

A Arábia Saudita tem pressionado para que os cortes mais profundos sejam mantidos por mais tempo, disseram fontes.

Voltar ao Topo