Petróleo

Preços do petróleo despencam com discussão da Opep e Rússia sobre aumento de produção

Os preços do petróleo caíram mais de 2 dólares por barril nesta sexta-feira, em meio a discussões entre a Arábia Saudita e a Rússia sobre reduzir os cortes de oferta que ajudaram a empurrar os futuros da commodity para suas máximas desde 2014.

O petróleo Brent LCOc1 recuou 2,35 dólares, ou 3 por cento, fechando a 76,44 dólares por barril. O petróleo dos Estados Unidos CLc1 caiu 2,83 dólares, ou 4 por cento, a 67,88 dólares por barril.

Os ministros de energia da Rússia e da Arábia Saudita se encontraram em São Petersburgo para revisar os termos do pacto de oferta global de petróleo, que está em vigor há 17 meses, antes da importante reunião da Opep em Viena no mês que vem.

Os ministros, junto com o colega dos Emirados Árabes Unidos, discutiram um aumento na produção de cerca de 1 milhão de barris por dia, disseram fontes à Reuters. [nL2N1SW0LZ]

O ministro de energia russo disse que os ministros de petróleo dos países-membros e aliados da Opep devem decidir reduzir paulatinamente os limites de produção na próxima reunião.

“Após atingir aquele nível de 80 dólares, que é um nível psicológico, nós estávamos vendo um pouco de recuo ontem, e a retórica da Arábia Saudita e da Rússia só exacerbou a liquidação de hoje”, disse Matt Smith, diretor de pesquisa de commodities na ClipperData.

Os estoques globais de petróleo caíram no último ano por causa dos cortes liderados pela Opep, e acabaram caindo mais por uma redução drástica na produção venezuelana.

Voltar ao Topo