Energia

Piauí receberá 40 MW de novas usinas solares até o final de 2021

O governo piauiense anunciou nesta segunda-feira que três empresas nacionais colocarão em operação 40 MW de projetos solares no estado até o final do ano.

A Consorcio Energia Sustentavel, a Brenge Par Engenharia e Participacao e a Consorcio Gm-Energia investirão mais de R$ 150 milhões (US$ 27,6 milhões/EUR 22.8m) na construção de oito projetos fotovoltaicos (PV) de 5 MW cada.

Localizados nos municípios de Caraubas, Cabeceiras do Piauí, Curralinhos, Barras e Canto do Buriti, os parques PV serão construídos sob o modelo de Parceria Público-Privada (PPP). Ao longo do prazo de um contrato de 25 anos, a administração pública do estado se tornará autossuficiente em energia, observou o governo.

A reguladora do setor elétrico Aneel estima que o Piauí fechará o ano com a maior expansão de energia renovável em todo o país, com 190,35 MW adicionados à sua rede local.

Voltar ao Topo