Petróleo

Petronas reporta lucros de US $ 3,4 bilhões no primeiro trimestre de 2019

A petrolífera e petrolífera malaia Petronas anunciou seus resultados para o primeiro trimestre (1T) de 2019, divulgando um lucro após impostos (PAT) de RM14.2bn (US $ 3.4bn), representando um aumento de 9% sobre o PAT do 1T 2018 de RM13bn.

A Petronas atribui este aumento a maiores volumes de vendas de produtos petrolíferos, juntamente com o efeito do enfraquecimento do Ringgit da Malásia em relação ao dólar dos EUA.

A receita do primeiro trimestre de 2019 da Petronas aumentou em 12%, para RM62 bilhões, em comparação com a receita do primeiro trimestre de 2018, de RM57.9bn. O fluxo de caixa das operações ficou em RM23.2bn, um aumento de 6% em relação aos fluxos de caixa de RM25bn registrados no primeiro trimestre de 2018.

O lucro da empresa no primeiro trimestre de 2019, antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA), aumentou 11%, para RM27,8 bilhões, em comparação com o EBITDA do primeiro trimestre de 2018, de RM25,0 bilhões.

O PAT do primeiro trimestre de 2019 da Petronas para seus negócios de upstream foi de RM9.2bn, um decréscimo de seu PAT no primeiro trimestre de 2018 de RM10.2. A empresa citou uma redução na redução líquida de ativos e maiores custos de produção como razões para essa redução, acrescentando que isso foi compensado por receitas maiores.

O volume total de produção no primeiro trimestre de 2019 foi de 2,4 milhões de barris de óleo equivalente por dia (MMboepd), um decréscimo em relação ao volume total de produção de 2,5MMboepd do primeiro trimestre de 2018. De acordo com a Petronas, esta diminuição deveu-se à menor produção de petróleo do Iraque e foi parcialmente compensada pela maior produção de gás do Turcomenistão.

Sete projetos offshore alcançaram os primeiros hidrocarbonetos no primeiro trimestre de 2019, adicionando 48.000 unidades de produção nova ao portfólio da Petronas. A Petronas fez quatro descobertas de exploração no trimestre, também adquirindo dois blocos offshore e assinando três contratos de partilha de produção através de suas subsidiárias.

O presidente e CEO da Petronas, Tan Sri Wan Zulkiflee e Wan Ariffin, disse: “O desempenho melhorado da Petronas no primeiro trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado demonstra a força de nossa estratégia de três frentes e execução resoluta focada na melhoria contínua contínua dos negócios. como excelência comercial e operacional.

“Olhando adiante, enquanto enfrentamos as incertezas do mercado, continuaremos a investir no futuro e expandimos recentemente nosso portfólio de upstream por meio da aquisição de participação no campo da Tartaruga Verde no Brasil.

“Nossa intenção estratégica de se aventurar além do petróleo e do gás também fez progressos significativos com nossos recentes investimentos em energias renováveis ​​e especialidades químicas”.

Voltar ao Topo