Petróleo

Petróleo sobe, em meio a cortes da Opep e sinais de avanço na produção

Os futuros de petróleo operam em alta nesta manhã, enquanto investidores continuam ponderando os esforços da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para reduzir sua oferta e sinais de avanço na produção dos EUA.

Às 7h58 (de Brasília), o petróleo tipo Brent para abril subia 0,70% Na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 56,20 por barril. Já no pregão eletrônico da New York Mercantile Exchange (Nymex), o WTI para março tinha alta de 0,32%, a US$ 53,95 por barril, por volta das 7h25, em dia de feriado nos EUA.

Os últimos dados da Opep mostram que o cartel conseguiu cumprir pelo menos 90% de sua meta de cortar a produção em 1,2 milhão de barris por dia (bpd), estabelecida em acordo no fim do ano passado.

Por outro lado, as pesquisas mais recentes sobre estoques e plataformas em operação nos EUA indicam que a produção do país está em expansão.

O levantamento da Baker Hughes da última sexta-feira, por exemplo, mostrou que o total de plataformas ativas nos EUA atingiu 597, o maior patamar desde outubro de 2015.

Segundo o Goldman Sachs, a atual contagem de plataformas sugere que a produção americana poderá aumentar em 130 mil bpd em 2017.

Já o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) informou que os EUA produziram 8,9 milhões de bpd no ano passado, volume que deverá crescer para 9 milhões de bpd em 2017. Com informações da Dow Jones Newswires.

Voltar ao Topo