Petróleo

Petrobras reverte corte de produção e eleva produção do Brasil

A empresa estatal brasileira de petróleo Petrobras reverteu a maioria dos cortes de produção anunciados anteriormente devido à demanda acima do esperado por alguns combustíveis, afirmou nesta segunda-feira, uma reviravolta surpreendente que pode estar ligada a uma agressiva aposte no combustível de bancas.

Em uma segunda-feira registrando valores mobiliários com números de produção no primeiro trimestre, a Petróleo Brasileiro SA ( PETR4.SA ), como a empresa é formalmente conhecida, observou que inicialmente decidiu reduzir a produção de petróleo de abril para 2,07 milhões de barris por dia (bpd).

Mas disse que decidiu no final do mês aumentar a produção para 2,26 milhões de bpd. Também aumentou as taxas de utilização em suas refinarias para 79%, depois de reduzi-las para 60%.

A reversão sugere que a Petrobras está confiante na demanda por seu mix de produção, enquanto as principais empresas petrolíferas rivais recuam e a Organização dos Países Exportadores de Petróleo orquestra cortes profundos em face dos preços mais baixos do petróleo.

“Com a demanda por nossos produtos melhorando do que o esperado, optamos por retornar gradualmente a produção média para cerca de 2,26 milhões de bpd em abril, além de aumentar as taxas de utilização nas refinarias”, afirmou a empresa.

No final de março e início de abril, a empresa havia anunciado cortes totais de 200.000 bpd. A produção de petróleo atingiu em média 2,32 milhões de bpd de petróleo nos três primeiros meses do ano.

Embora a Petrobras não tenha dito quais os combustíveis mais procurados em abril, os executivos da empresa priorizaram a produção de combustível de bancas, usado pelos navios. A produção de bunker e outros óleos combustíveis da Petrobras no primeiro trimestre aumentou 18,5% em relação ao trimestre anterior e quase 50% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os novos regulamentos internacionais que entraram em vigor no início do ano reduziram o teor máximo permitido de enxofre nos combustíveis de bancas. Grande parte do petróleo produzido pela Petrobras é naturalmente baixo em enxofre, tornando-o ideal para a produção de bunkers.

Executivos disseram repetidamente que a demanda por combustível de bancas parece mais resistente durante a nova pandemia de coronavírus do que a demanda por outros produtos, como gasolina e combustível de aviação.

Incluindo gás natural e outros derivados de petróleo, a Petrobras produziu 2,909 milhões de barris de óleo equivalente por dia no primeiro trimestre, uma queda de 3,8% em relação ao trimestre anterior e de 14,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A empresa disse que seus resultados foram ajudados por várias plataformas que foram colocadas online e impactadas negativamente por várias paradas programadas.

A Petrobras acrescentou que mantinha suas orientações para a produção de petróleo para 2020, divulgada em novembro.

Reportagem de Gram Slattery; Reportagem adicional de Roberto Samora em São Paulo; Edição por Sandra Maler, Lisa Shumaker e Sonya Hepinstall

Voltar ao Topo