Offshore

Petrobras renova contrato de navio sonda no Brasil

A empreiteira brasileira Etesco obteve uma extensão do contrato para um navio sonda com a estatal Petrobras para operações fora do Brasil.

A Etesco está operando e gerenciando a operação do navio sonda Etesco Takatsugu J, que é uma unidade de posicionamento dinâmico (DP) com capacidade operacional em lâmina d’água de 3.000 m.

Em uma atualização recente nas redes sociais , a Etesco disse que o navio sonda havia recebido uma extensão do contrato de três anos com a Petrobras, o que o levaria a operar para a empresa brasileira de abril de 2022 até abril de 2025.

A Etesco não revelou detalhes sobre o valor do contrato de três anos, mas Bassoe estima que a taxa diária ficará em torno de US $ 230.000.

O navio-sonda foi construído pela Samsung Heavy Industries na Coreia do Sul e entregue no final de 2011. Após a entrega, a sonda chegou ao Brasil em abril de 2012 para um afretamento com a Petrobras.

A Petrobras também assinou recentemente um contrato de dois anos com o navio-sonda Petrobras 10000 da Transocean . O contrato atual da sonda, também com a Petrobras, com tarifa diária de US $ 309.000 está previsto para terminar em setembro de 2021. Depois disso, o novo negócio de dois anos terá início em outubro de 2021.

A Petrobras também fechou recentemente outro contrato de três anos para uma plataforma de propriedade da Constellation Oil Services , Laguna Star. A sonda garantiu o contrato com a Petrobras por 1.095 dias, com operações na costa brasileira com início previsto para janeiro de 2022.

Voltar ao Topo