Óleo e Gás

Petrobras investirá US$ 3,7 bilhões em gás nos próximos quatro anos

Empresa pretende ainda desenvolver uma posição no cenário global de gás natural

A Petrobras investirá cerca de US$ 3,7 bilhões na área de gás natural no período entre 2019-2023, conforme o plano de negócios divulgado nesta quarta-feira (5/12) pela companhia. Apesar das mudanças de sua atuação no mercado nacional, a Petrobras pretende desenvolver sua atuação no mercado global de gás.

Entre os principais projetos que receberão os recursos estão a construção da unidade de tratamento de gás do Recife, para o escoamento e processamento do gás produzido nos campos das águas profundas da Bacia Sergipe/Alagoas; a construção do Rota 3, incluindo o gasoduto, a UPGN e os dutos norte, que devem ampliar a produção do gás do pré-sal; e a adequação da unidade de tratamento do Rota 1, também tendo em vista a produção do pré-sal.

Posição global

Embora a Petrobras tenha uma estratégia de reposicionamento com relação ao mercado nacional de gás, a empresa estabeleceu uma estratégia de se posicionar no mercado internacional de gás, com busca por suprimento a longo prazo. Além do aumento da atividade de otimização da produção de gás, para atender a esse mercado global.

Atualmente, a petroleira atua com três terminais de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) e está concentrado em sua atuação no Brasil, em trading spot e mercado de atendimento a curto prazo.

Com relação aos desinvestmentos na área, a Petrobras ainda aguarda por uma definição da venda da Transportadora Associada de Gás (TAG), parada em função de uma liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) e da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III), em Três Lagoas (MS), que está em processo de negociação com a russa Acron.(Fonte)

Voltar ao Topo