Offshore

Petrobras firma pequena extensão para o flutuador BW fora do Brasil

Listada em Oslo, fornecedora líder mundial de empresa de serviços de produção flutuante ‘BW Offshore’, notificada pela grande ‘Petrobras’ para a extensão da Cidade de São Vicente.

A BW Offshore anunciou que recebeu da Petrobras um aviso de que eles exercem seu direito de estender o contrato de arrendamento e operação da BW Cidade de São Vicente em 48 dias. Com isso, o contrato expirará em 11 de junho de 2020.

A BW Offshore iniciou o planejamento para a desmobilização da unidade do campo e está considerando a instalação temporária no Brasil.

A BW Cidade de São Vicente iniciou a operação para a Petrobras em 2009 e foi utilizada como uma instalação de teste de poço para o cliente em vários locais no exterior do Brasil.

O BW Cidade de São Vicente, com 254 metros de comprimento, foi convertido em 2009 por Keppel, Cingapura. Oferece capacidade de produção de petróleo de 30 Mbpd, capacidade de manuseio de petróleo de 45 Mbpd e capacidade de armazenamento de 470 Mbbl. 

A cidade de São Vicente será inaugurada no verão de 2020, enquanto operador estatal exerce breve extensão para o FPSO no Farfan EWT

 

Voltar ao Topo