Notícias

Petrobras faz negociações para modificar a P-71

Para adaptar o FPSO P-71 ao campo de Itapu, no  pré-sal da Bacia de Santos, a Petrobras começou uma negociação com o Estaleiro Jurong, em Aracruz (ES), para  a modificação da planta de processamento da unidade.

A  para saber se as modificações na plataforma implicarão mais custos diante do novo cenário, a Petrobras cancelará a licitação para afretamento do FPSO de Itapu, que está em andamento.

Segundo informações do Tribunal de Contas da União, a Petroleira teve intenção de utilizar o FPSO P-71 no projeto da cessão onerosa, porém buscando aumentar os lucros, a Petrobras decidiu voltar atrás.

O destino da P-71 para Itapu vai atrasar  em sete meses o primeiro óleo do FPSO e também irá reduzir em US$ 173,2 milhões, do Valor Presente Líquido (VPL) previsto para o empreendimento.

No plano estratégico vigente (2020-2024), a P-71 está destinada  no Projeto Lula FR e a unidade é um ativo  que pertence ao consórcio formado pelas empresas Petrobras, Shell e Petrogal.

Voltar ao Topo